Notícias da edição 953 • 16 de abril de 2021 • Veranópolis • Vila Flores • Cotiporã • Fagundes Varela • RS

DESTAQUES

Começa a vacinação contra a gripe

Começou em Veranópolis na terça-feira, 13, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza. Gestantes, puérperas e trabalhadores do setor de saúde foram imunizados no Salão da Gruta Nossa Senhora de Lourdes, das 8h às 16h. Esses grupos, incluindo indígenas, podem receber a vacina até 10 de maio. Crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias recebem a vacina nos dias 27, 28, 29 e 30 de abril, com Dia D em 1º de maio, em todas as Unidades de Saúde do Município. É necessário apresentar cartão de vacinação e documento de identificação. O intervalo acontece devido à vacinação em crianças precisar ser realizada nas salas de vacina do Município, que estão sendo utilizadas para a imunização contra a Covid-19. Por isso, do dia 27 de abril a 1º de maio os locais serão usados exclusivamente para a vacinação de crianças. Para quem também faz parte de um dos públicos da campanha de vacinação contra a Covid-19, como os idosos e profissionais de saúde, a orientação é que seja respeitado um intervalo mínimo de catorze dias entre as doses das vacinas contra a gripe e contra o coronavírus. Idosos receberão aplicação contra a gripe a partir de 11 de maio, até 8 de junho, junto com os professores. A terceira etapa vai de 9 de junho até 9 de julho, englobando pessoas com comorbidades, deficiência permanente, caminhoneiros e funcionários de transporte coletivo, trabalhadores portuários, policiais, bombeiros, militares, agentes prisionais e presidiários.

Cerca de 190 pessoas receberam a imunização, incluindo o prefeito Waldemar De Carli. A coordenadora do Setor Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, Andiara Luvison, destacou que foi baixa a procura pela vacina, pois estavam disponíveis 550 doses e apenas 34% foram aplicadas. A imunização continuou na quarta-feira, 14, das 8h às 16h. Os sintomas da influenza podem ser confundidos com os de Covid-19, por isso a vacinação serve também para evitar preocupações.

Ação solidária ajuda a Liga de Combate ao Câncer

Vanderlei Zanotto, conhecido como Chumbinho, é um atleta que se tornou vereador em Veranópolis nas últimas eleições. No dia 20 de maio, ele vai disputar a maratona Caminhos de Caravaggio, que vai de Gramado a Farroupilha, totalizando 217 quilômetros de extensão. A corrida finaliza no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio. Aproveitando o evento, ele lançou uma ação solidária chamada 'Compre quilômetros e ajude a Liga Feminina de Combate ao Câncer de Veranópolis'. A ideia é que as pessoas paguem R$ 30 para cada quilômetro corrido, sendo o valor doado à entidade. No domingo, 11, o corredor fez um treino de 100 quilômetros no loteamento Morada do Bosque, próximo aos pavilhões da Femaçã. Foi uma oportunidade para os interessados comprar um quilômetro e até mesmo correr junto. Foram respeitados todos os protocolos de distanciamento, com obrigatório uso de máscara e poucas pessoas junto ao atleta, a cada quilômetro.

"Fiz cem quilômetros em nove horas e vinte e sete minutos. Foi a maior distância que já corri até hoje", conta o corredor. Interessados ainda podem contatar Chumbinho pelas redes sociais ou pelo WhatsApp 54-98408-2066 para comprar quilômetros. Todos que ajudarem vão concorrer a uma camiseta oficial do evento Caminhos de Caravaggio.

Cascata dos Marin sedia treinamento dos bombeiros

Um treinamento do Corpo de Bombeiros de Veranópolis foi realizado na Cascata dos Marin, interior de Cotiporã, para os soldados reconhecerem os pontos sensíveis de atuação no local, já que há previsão de muitoa visitação ao local em um futuro próximo. A ação permitiu a capacitação para atuação na zona e aperfeiçoamento do efetivo nas demais ocorrência de resgate e salvamento em altura. A atividade foi ministrada em conjunto com a equipe da empresa administradora do ponto turístico e parque de aventuras ao longo do sábado, 10 de abril.

BM flagra aglomerações

Na noite da última sexta-feira, 9, e madrugada de sábado, 10, a Brigada Militar de Veranópolis intensificou a fiscalização em locais onde ocorria grande movimentação de pessoas, principalmente jovens. Foram dezenove autos de infração na alameda Santos Dummont por estacionamento em local proibido e uso de som audível do lado externo do veículo. Quarenta e quatro pessoas sem máscara foram abordadas e identificadas em aglomeração na localidade de Nossa Senhora das Dores. O proprietário do local responderá na Justiça.

Auxílio alimentação vai ajudar policiais e bombeiros

A Prefeitura de Veranópolis, por meio da Secretaria de Governo, e o Consepro entregaram aos representantes das forças de segurança do Município os cartões de auxílio alimentação que os profissionais vinculados à Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil passam a ser usufruir. A ajuda foi uma solicitação do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública atendida pelo Executivo de Veranópolis. Acompanharam o ato o secretário de Governo Eliezer Dalla Costa, o presidente do Consepro, Rogério Priori, secretário do Consepro, Tiago Menin, comandante Soares da Brigada Militar e sargento Alex, do Corpo de Bombeiros. O benefício, que tem valor mensal de R$ 400, pretende atrair e manter os profissionais na Terra da Longevidade. A verba é repassada pela Prefeitura de Veranópolis ao Consepro, que faz a gestão dos recursos.

Museu Municipal de Veranópolis lança nova marca

No dia 8 de abril, o Museu Municipal de Veranópolis lançou um novo conceito de sua marca, trazendo em sua proposta harmonia e o compromisso da instituição em ser uma entidade cultural de memória da comunidade veranense. O novo logo tem, em sua essência, o dinamismo e a transversalidade, valores esses presentes no âmago do plano museológico da instituição. Optou-se por cantos arredondados para transmitir a sensação de movimento e leveza, evitando o olhar de que o museu é um lugar necessariamente sério, além de remeter às curvas da Serra Gaúcha. A cor verde transmite senso de equilíbrio e harmonia, presentes no conjunto de valores da instituição. O bordô identifica a localização - Região Uva e Vinho - e o cinza representa o compromisso de ser um equipamento cultural de memória. A iniciativa de criar a nova marca e novas ferramentas de comunicação para aproximar o Museu Municipal de Veranópolis dos diversos públicos que se interessam pela instituição foi da equipe e da Secretaria de Turismo e Cultura, com a assessoria museológica contratada para a criação do Plano Museológico.

HSJB recebe orquestras

O dia 8 de abril foi especial para todas as pessoas no Hospital São João Batista, de Nova Prata. À tarde, as equipes foram homenageadas pela Orquestra Jovem de Nova Prata e, ao entardecer, foi a vez da Orquestra de Sopros de Nova Prata. Clássicos foram interpretados sob a batuta do maestro Marlon Gausmann. A ideia foi promover um momento de leveza dentro da atribulada rotina dos que atuam ou recebem atendimento no hospital. Os funcionários também receberam um cartão de agradecimento.

Nova Prata perde 300 vagas de trabalho com a saída da Yoki

"Para ampliar a capacidade produtiva, otimizar sua cadeia operacional e oferecer melhor nível de serviços a todos os seus clientes no Brasil, a General Mills está reestruturando parte de seus negócios no país. A partir de maio, a empresa encerrará suas atividades na planta de Nova Prata, concentrando sua produção de pipoca na cidade de Pouso Alegre, Minas Gerais, onde possui sua principal planta, que recentemente foi ampliada. Os ajustes fazem parte de uma estratégia que prevê acelerar o crescimento da General Mills no Brasil - um dos mercados prioritários para a organização. Todas as transferências e ajustes operacionais estão sendo realizados com profundo respeito aos nossos colaboradores, produtores parceiros e às comunidades locais. Os funcionários afetados estão recebendo toda a assistência da General Mills nesse período de transição, e a empresa está oferecendo um pacote de benefícios, negociado em parceria com o sindicato, que prevê bônus salarial e extensão de convênio médico". Essa foi a nota oficial emitida pela General Mills, proprietária da Yoki. Depois de 23 anos, o fechamento da fábrica em Nova Prata foi anunciado em 11 de janeiro pelo grupo gestor, sediado nos Estados Unidos. A partir de maio, trezentos trabalhadores perderão o emprego. Os funcionários afetados estão recebendo assistência e um pacote de benefícios, negociado em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Alimentícia de Serafina Corrêa, que prevê bônus salarial e extensão de convênio médico.

"Eu estou prefeito mas sou advogado, já trabalhei assessorando empresas e essa é uma decisão administrativa fundamentada em fatores como o econômico e de logística. Cada empresa tem sua estratégia. Com relação à Yoki, não posso arriscar dar um posicionamento sobre isso, porque desconheço o dia a dia da empresa", declarou o prefeito municipal Alcione Grazziotin. "Logo após termos sido informados, buscamos outras empresas para se instalar aqui. Além disso, fortalecemos a relação com as já existentes no Município. E com relação aos trabalhadores, vamos auxiliar no encaminhamento para a reposição dos empregos. Da parte de assistência social, ainda não sentimos uma mudança significativa", disse.

Tratamento não-invasivo diminui necessidade de intubações no Tacchini

Desde setembro de 2020, os pacientes internados na UTI Adulto do Hospital Tacchini que apresentaram diagnóstico positivo para a Covid-19 recebem o tratamento com um novo equipamento, o cateter nasal de alto fluxo. A tecnologia, relativamente nova no Brasil, ajudou a evitar a intubação de 75 dos 148 pacientes em que foi utilizada até o momento. Permite o aumento do fluxo de oxigênio enviado aos pulmões, além de garantir também o controle da umidade, da temperatura e da concentração de oxigênio. O cateter nasal de alto fluxo também atua na ocupação de todo o sistema respiratório com oxigênio, aumentando sua concentração nas vias aéreas. Dessa forma, o equipamento permite que o paciente otimize a troca gasosa entre o pulmão e o sistema circulatório, mantendo os níveis de oxigenação do sangue adequados, encurtando o tempo de recuperação. Todos os pacientes que chegam à UTI Adulto do Hospital Tacchini com quadro de insuficiência respiratória aguda grave recebem o tratamento com o cateter nasal de alto fluxo, exceto em casos muito avançados, quando há risco iminente de parada cardiorespiratória. Nas primeiras 12 horas de uso do equipamento, a equipe de Fisioterapia monitora continuamente o paciente e realiza 4 avaliações específicas do caso. O resultado dessas análises vai determinar se a terapia está sendo eficaz ou se outros procedimentos devem ser adotados.

Até o momento, 50,6% dos casos foram bem-sucedidos. O tratamento é considerado de sucesso quando o paciente melhora sua condição clínica e recebe alta da UTI sem necessidade de intubação. Além disso, a média de tempo de internação de pacientes que utilizam cateter nasal de alto fluxo tem sido, em média, três vezes menor em comparação aos casos com necessidade de intubação. "Cada organismo reage de formas diferentes à doença, por isso em alguns pacientes o tratamento pode não ter a efetividade esperada. Contudo, se pudermos evitar a intubação de um paciente, todo o esforço valeu a pena. O cateter nasal de alto fluxo influencia diretamente na diminuição do risco de mortalidade, no tempo de internação e ainda permite que o paciente receba alta em condições funcionais melhores se comparado aos casos com necessidade de intubação", descreve o coordenador Fabiano Francio. Cláudio Gehlen, 65, é um dos pacientes em que o tratamento utilizando o cateter nasal de alto fluxo obteve sucesso. Já em casa, ele lembra que foram cerca de sete dias conectados ao equipamento que foi fundamental para sua recuperação. "Consegui sentir a diferença logo no início do tratamento. Eu permaneci ativo durante todo o tempo. Conseguia conversar da mesma forma que estou falando agora. É uma situação muito diferente que passamos com meu filho, que precisou ser intubado. Mas graças a Deus conseguimos nos recuperar e estamos bem", comemora.

Menina gaúcha vai vencendo a AME nos EUA

A menina Lívia Teles já mostra sua evolução na luta contra os limites da AME 1. Ela consegue se movimentar usando a força das pernas, sinal de que o Zolgensma - remédio mais caro do mundo - e a perseverança estão valendo a pena. "Ontem ganhei esse skate e como uma boa nenê raiz, não tive medo. Não fosse a galera me segurar, não teria sofá impedindo minha passagem", 'diz' a criança em um vídeo postado pelos pais nas redes sociais. O skate, fruto de doação, é usado nas terapias, permite independência e diversão. A família de Teutônia está nos Estados Unidos desde o dia 30 de julho, por conta do tratamento após campanha de arrecadação de fundos.

Aprovada lei que beneficia pessoas com deficiência

Tramitando na Assembleia Legislativa desde 2017, projetos de lei da deputada Zilá Breitenbach aprovados durante sessão da terça-feira, 13, beneficiam a população e mostram que é necessário persistência por parte do parlamentar, além de articulação. O PL 150 tem o intuito de ampliar os direitos para pessoas com deficiência, uma vez que prevê gratuidade aos acompanhantes de cadeirantes em eventos culturais, artísticos e desportivos, quando a organização do evento não dispuser de profissionais para essa finalidade. Segundo Zilá, a ideia teve início em uma visita que realizou a Tucunduva, conversando com o cadeirante Alexsandro Schmidt, que contou sobre a dificuldade de frequentar shows. "Alex disse que muitos deixavam de ir aos eventos por não contar com amparo, pois nem todas as organizações possuem equipe que possam fazer isso e nem sempre a família tem condições de bancar mais um ingresso para alguém acompanhar. Então conversei com minha equipe e começamos a construir o projeto de lei, visando a inclusão de todos", garante. A proposta altera a lei 13.320, de 21 de dezembro de 2009, que consolida a legislação relativa à pessoa com deficiência no Estado. O texto também amplia a área do atendimento preferencial às pessoas portadoras de deficiência ampliando os estabelecimentos hoje citados no artigo quarto da lei 13.320/2009, incluindo cinemas, teatros, shoppings, escolas, hotéis, estações rodoviárias e ferroviárias, estádios e aeroportos.

Já o PLC 30 visa dar publicidade, mensalmente, às medidas prudenciais previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal do Rio Grande do Sul, aprovada em 2016. As medidas prudenciais adotadas por força da LRF passarão a ser disponibilizadas nas mídias sociais do Governo do Estado, não apenas em relatórios financeiros e burocráticos, de forma que as pessoas possam manifestar-se a respeito. "Queremos mostrar para a sociedade, através de uma linguagem acessível, gráficos, ilustrações, como as medidas adotadas estão contribuindo para conter o desequilíbrio das contas públicas, para não voltar a conviver com os enormes déficits", explica a deputada.

Invernadas Culturais oferecem duas novas oficinas

'Conta tua história - Oficina digital de contação de histórias' é o projeto de Guilherme Ferreira, de Gravataí, integrante do programa Invernadas Culturais. Voltada para educadores, contadores de histórias, bibliotecários, agentes culturais, coreógrafos e departamentos culturais de entidades tradicionalistas, foca em eixos temáticos. O primeiro é voz e sonoridade, seus usos e possibilidades. Também aborda o corpo como elemento de extrema expressão. Outro item é história e como se apropriar dela. Um quarto item são elementos e acessórios - potencialidade e limitação. Segundo Ferreira, a força pedagógica da contação de histórias é incontestável e seu uso é amplamente difundido. "É uma técnica versátil e dinâmica, de grande alcance e baixos custos de produção. Sua capacidade lúdico-pedagógica pode e deve ser explorada a fim de proporcionar momentos de entretenimento e reflexão, onde um trabalho corporal e vocal associado ao uso de objetos e convenções possibilita estimular a imaginação e convida os ouvintes a embarcarem em uma incrível viagem onde cada envolvido contribui", explica. O material está em youtu.be/a_KLy9YRD0Q. 'O Corpo que Habito: oficina de confecção de bonecas' é a atividade de Morgana Luz. A proposta é incentivar a confeccionar uma boneca com a qual cada participante irá se identificar, em relação ao formato de corpo, cor de pele e tipo de cabelo, conectando-se com a diversidade. O trabalho é voltado para crianças de no mínimo 10 anos de idade até adultos, com legendas e intérprete em Libras. "Carregadas da energia de quem as cria, confeccionar uma boneca é dar continuidade à nossa história. Será possível compreender na prática a importância do fazer manual e do conhecimento passado de geração para geração. Além disso, todo o aprendizado poderá vir a ser uma possível fonte de renda", garante a oficineira. A aula está no link youtu.be/D94LDYnxs_4.



REGIÃO

Jogando Para o Futuro recebe verba de empresa vila-florense

Na última semana, a Escola de Esportes Jogando Para o Futuro esteve em processo de reconsolidação em Vila Flores, abrindo inscrições para a volta de suas atividades, balizadas pelas decisões sanitárias. Como forma de incentivo ao projeto, a empresa Alumiconte realizou repasse de R$ 30.000 ao Município, que investe no projeto fomentando a prática desportiva em todas as idades. Para a Prefeitura, a escola é de suma importância para o desenvolvimento motor e fortalecimento dos vínculos sociais entre crianças e adolescentes que participam, além de se tratar de uma excelente iniciativa do setor privado. O poder público agradeceu à Alumiconte e fez votos de estima.

Escola recebe melhorias

A Escola Estadual de Ensino Fundamental Doze de Maio é uma das instituições-base do Município, oferecendo serviço público de qualidade aos alunos. A Secretaria de Educação e Cultura de Vila Flores vem fazendo melhorias contínuas, mesmo não podendo receber os estudantes, respeitando os decretos estaduais e federais. Desde o início do ano houve pintura de área externa e interna, manutenção nos vidros em janelas e bancos no centro de convivência, lixamento do parquê das salas da direção, biblioteca, salas inferiores e salas pertencentes ao Polo Universitário de Vila Flores. Todas as reformas foram feitas pensando na qualidade do ensino e a continuidade de todos os processos que envolvem a educação.

Cotiporanenses estão no período de silagem

A silagem de milho é um dos componentes mais importantes na alimentação dos bovinos. A planta fornece grande volume de alimento que é armazenado em silos trincheiras e utilizado durante todo o ano na propriedade rural. A prática de ensilagem de milho é comum em Cotiporã, tendo em vista que trinta e sete famílias trabalham com a bovinocultura de leite. Estima-se que foram plantados 300 hectares de milho, destinados para silagem. Segundo informações da Emater, neste ano parte da área plantada de milho grão será destinada para ensilagem devido ao ataque da cigarrinha-do-milho. A expectativa de produção é de 40 toneladas de silagem por hectare. Na última semana, o secretário de Agricultura, Meio Ambiente, Indústria e Comércio, Ivaldo Wearich, com integrantes da Emater, acompanhou as atividades em propriedades localizadas em Santa Cruz e Nossa Senhora Auxiliadora.

Prefeitura repara estrada

Na manhã de 9 de abril, a Secretaria de Obras, Trânsito e Saneamento de Cotiporã fez a manutenção da RS-359, nos 10 quilômetros que pertencem ao território cotiporanense. A operação tapa-buracos só aconteceu graças ao Termo de Cooperação Técnica firmado entre o Município e o Daer, permitindo que a Prefeitura realizasse melhorias na via, que é de responsabilidade do Estado. A equipe ainda promoveu limpeza das canaletas do trecho e roçada nos entornos da rodovia.

Fagundes faz Romaria

Fagundes Varela promoveu na manhã de domingo, 11, o encerramento da Romaria ao Túmulo do Padre Ângelo Mônaco e os 100 anos de criação da paróquia Santo Antônio. O ato ocorreu na Igreja Matriz e a missa foi conduzida pelo pároco Décio Podenski e vigário episcopal Álvaro Pinzeta. Seguindo as normas sanitárias, a romaria sofreu várias alterações neste ano, inclusive com mudanças de datas. Durante a celebração foi recordada a presença dos sacerdotes no último século. O padre Ângelo Mônaco é celebrado na região devido pela liderança exercida de 1932 a 1948. Seu corpo está sepultado no Cemitério de Fagundes. O prefeito Nelton Conte falou sobre a importância da Igreja Católica na construção do Município. "Os fagundenses sempre recorreram à fé durante sua história. Foi através da Igreja que a nossa comunidade teve sua base, em todas as esferas. Por exemplo na emancipação, quando do plebiscito os votos foram contados dentro do Salão Paroquial, na formação cultural, social, esportiva, entre outras", afirmou. Conte anunciou que nos próximos meses deve ser inaugurado um memorial na praça Bella Vista com o nome de todos os padres que já passaram pela cidade.

Empresário de Fagundes morre de Covid

A empresa Mackerduz, detentora das marcas Saif e Gran Brilho, comunicou na manhã de terça-feira, 13, o falecimento de Bernardo Rigo, sócio-fundador, ocorrido na véspera por complicações da Covid-19. Rigo tinha 56 anos. O sepultamento ocorreu às 11h daquele dia em Nossa Senhora das Graças, Fagundes Varela. Ele foi um dos idealizadores da Mackerduz em 1989, sediada em Bento Gonçalves. Empreendedor, tinha participações em outros negócios em diferentes segmentos, sendo agente na promoção do desenvolvimento econômico e social da região, e geração de empregos. A empresa emitiu comunicado oferecendo apoio aos familiares e "desejando que encontrem prontamente conforto e, também, forças para superar tão triste episódio".


OPINIÃO

Nosso Mundo

Foto: Arquivo Pessoal

O dinheiro

Os illuminati incentivam o trabalho e a riqueza, pois o dinheiro é uma ferramenta que pode auxiliar no avanço da espécie humana. A busca egoista do dinheiro não tem objetivo, mas as mudanças benéficas que o dinheiro pode proporcionar é uma grande responsabilidade. Quanto mais dinheiro uma pessoa tem, maior a sua capacidade de mudar para melhor a vida dos que precisam e maior a sua responsabilidade perante a humanidade. O dinheiro não tem sentimento nem alma e seu uso, se para o bem ou para o mal, é uma escolha e decisão de quem o possui. A celebração da pobreza, como exaltada por várias religiões, está enraizada na ignorância do funcionamento da pirâmide e do crescimento. Uma pessoa pobre pouco pode fazer para ajudar os outros, mas uma pessoa rica pode construir um hospital e ajudar milhares. Se uma pessoa é rica, ela tem a oportunidade de ajudar muitos que estão na base da pirâmide. Por outro lado, uma pessoa que não tenha dinheiro pode usar seu tempo e esforços para o avanço da humanidade e suas ações são igualmente valiosas. Ela não pode construir um hospital, mas pode consolar os doentes. Neste momento de caos, existem desigualdades na conversão dos esforços em dinheiro e perigos no caminho daqueles que procuram subir mais alto na pirâmide, sem o devido conhecimento. Embora o planeta seja rico, o medo levou os mais ricos a acumular mais ainda, como uma superproteção, alimentada pelo medo de ter que retornar à pobreza de onde um dia muitos vieram. Somente através da ausência da necessidade, essas correntes da humanidade podem ser quebradas. Embora a transformação se aproxime, devemos percorrer essa jornada dentro dos limites da sociedade atual. Devemos nos lembrar que somente com a preservação da ordem, podemos ter uma transição pacífica de poder na humanidade. Na vida, o valor de uma pessoa é medido pela dificuldade que existe em substituir essa pessoa. Os construtores de uma casa recebem muito menos que um arquiteto, pois existem muito mais trabalhadores, mas poucos que sabem como projetar os planos que os trabalhadores devem seguir.

Da mesma forma, o presidente e diretores de uma empresa ganham mais do que seus funcionários, porque um líder deve guiar a todos para alcançar um objetivo, enquanto os seguidores devem seguir o que lhes é dito. Se o líder disser coisas erradas, não adianta os funcionários cumprirem à risca as suas ordens, pois o projeto sairá errado. Lá na frente, a consequencia do erro do líder será a perda de dinheiro do dono do empreendimento. A riqueza é sensível a erros grosseiros e não anda junto com a incompetência. Há muitas pessoas que hoje são ricas, pelo esforço próprio, mas algumas fatalmente perderão a sua riqueza ao longo dos anos, durante o processo normal de sucessão. Uma pessoa com dinheiro pode ser substituída por outra com dinheiro, mas as pessoas com ideias únicas, são difíceis de serem substituídas. É fácil viajar por uma estrada construída por outros, mas é mais difícil conceber a estrada e construí-la desde o início. Um sábio com dinheiro pode fazer muito por sua família e pela humanidade ao longo do tempo. Um tolo com dinheiro, ao contrário, corre o risco de perder o que tem em pouco tempo. Entender esse mecanismo faz parte do crescimento.
* Célio Pezza, celiopezza@yahoo.com.br - baseado em mensagens Illuminati

Esporte Total

Foto: Arquivo Pessoal

Polêmicas

Já não bastassem as dificuldades que enfrentamos em todos os segmentos durante a pandemia que insiste em continuar, atrapalhando a nossa vida e fazendo vítimas, aqui como a coluna é de esportes falo sobre esse segmento. Pelas redes sociais, principalmente, pessoas que talvez não tenham nada de importante a fazer ficam criando polêmicas ou notícias falsas - fake news. As últimas envolveram Jean Pierre do Grêmio, que passou em uma festa de aniversário de amigos e foi alvo de muita polêmica e críticas, e agora há poucos dias os jogadores do Inter Nonato, Rodrigo Dourado e Heitor, que curtiam folga no final de semana, com suas esposas, foram fotografados sem máscara em um barco, e foram alvo de um exagero de críticas. Era um pequeno grupo, que é testado contra a Covid-19 de duas a três vezes por semana e que quando testa positivo é afastado de jogos e treinamentos. Se cada um cuidasse da sua própria vida, acredito que teríamos um mundo bem melhor.

Conmebol e a vacina

Seguindo no caminho das polêmicas, outra questão que está gerando discussões é a possibilidade da Conmebol receber uma doação de 50.000 vacinas da Sinovac para imunizar atletas e envolvidos na disputa das competições sul-americanas. Como existem países que ainda nem iniciaram a vacinação e outros têm um número muito pequeno de vacinados, parece incoerente que se beneficie um grupo de pessoas - atletas, comissões técnicas e outros envolvidos, uma vez que esses profissionais já são muito bem cuidados por seus clubes, enquanto em outras áreas milhares de pessoas seguem perdendo a vida. Penso que os clubes poderiam recusar esse benefício, a menos que a Conmebol proíba os não vacinados de participar de suas competições. A discussão está no ar.

Recursos

O Grêmio decidiu seu futuro na Libertadores na noite de quarta-feira, após o fechamento da coluna. Indo para a fase de grupos, o tricolor ficará junto com o Palmeiras, atual campeão, o Defensa y Justicia da Argentina, atual campeão da Sul-Americana e o Universitário do Peru, recebendo uma cota de R$ 17 milhões. Caso contrário, disputará a Sul-Americana com um cota bem menor, de R$ 5 milhões. A estréia da Libertadores será no dia 21 em Porto Alegre, diante do Defensa y Justicia, e se for na Sul-Americana o jogo de estréia será no dia 22, também em Porto Alegre, diante do La Equidad da Colômbia. Já o Internacional, que foi vice-campeão brasileiro e assim garantiu vaga direta na fase de gupos da Libertadores, terá como companhia no grupo B o Always Ready da Bolívia, que será o primeiro adversário colorado no dia 20 em La Paz, além do Deportivo Táchira da Venezuela e do Olimpia do Paraguai.

Quase

Estamos quase no final da fase de classificação do Gauchão 2021, faltando duas rodadas. Para o Grêmio e o Caxias que jogam nesta sexta-feira um jogo atrasado da primeira rodada, faltam três. O Internacional abriu a décima rodada na quarta-feira, jogando em São Leopoldo diante do Aimoré. Neste domingo jogam Grêmio e Novo Hamburgo, e Brasil e São Luiz. Segunda-feira é a vez de São José e Pelotas, e Esportivo e Juventude. E finalizando a rodada, terça-feira se enfrentam Caxias e Ypiranga. Pelotas e Esportivo, os dois últimos, além de Brasil, Novo Hamburgo, São José e São Luiz, lutam para não cair.
* Paulo Guzzo


GALERIA DE FOTOS

Encontro de Mulheres - março de 2020 - Veranópolis

Encontro de Carros Antigos - março de 2020 - Veranópolis

Verafolia - fevereiro de 2020 - Veranópolis

78ª Romaria e 6ª Festa Estadual de Nossa Senhora de Lourdes - fevereiro de 2020 - Veranópolis parte 3

78ª Romaria e 6ª Festa Estadual de Nossa Senhora de Lourdes - fevereiro de 2020 - Veranópolis parte 2

78ª Romaria e 6ª Festa Estadual de Nossa Senhora de Lourdes - fevereiro de 2020 - Veranópolis