Notícias da edição 782, • 15 de dezembro de 2017 • Veranópolis • Vila Flores • Cotiporã • Fagundes Varela • RS

ESPECIAL DE NATAL

CAPA E DESTAQUES

É Natal na Terra da Longevidade

Na noite de 8 de dezembro começou a programação do Natal da Longevidade com a chegada do Papai Noel. Neste ano, o Bom Velhinho esteve envolvido com um dos segredos da longevidade - a atividade física, acompanhado de um grupo de ciclistas de todas as idades. Ele saiu da Casa Saretta e percorreu as principais ruas da cidade até chegar na praça XV de Novembro, onde foi recebido por muitas crianças e suas famílias, que prestigiaram a cerimônia de abertura do evento. Depois, todos puderam tirar fotos com o Papai Noel e sua Duende. A partir deste ano foi construído um novo conceito para a decoração e festejos natalinos de Veranópolis, proposto pela Prefeitura Municipal através da Secretaria de Turismo e Cultura. Foi contratada a empresa Verdi Design para desenvolvimento de projeto gráfico e cenográfico de espaços públicos, visando preparar a cidade. A temática definida para o Natal é a longevidade, aproximando as comemorações natalinas com a identidade do Município. A proposta é tornar o Natal da Longevidade uma atração turística e contribuir para a autoestima da população. A partir da temática central foi projetada a decoração urbana, que tem direção artística da arquiteta Nicole Tomazi. Sob seu comando, a equipe desenvolveu a marca do evento e projetou enfeites e iluminação que compõem a decoração de Natal. A ressignificação de materiais ordinários, como telas e caixas de frutas, remete ao trabalho e ao estilo de vida simples dos veranenses. Além disso, a preocupação de criar elementos que respeitassem as características de cada local de intervenção, colocando a cidade como protagonista. Programação para os próximos dias Nesta sexta-feira, 15, haverá concerto contempoclássico de piano às 20h na Casa de Cultura Frei Rovílio Costa. Neste sábado, 16 Feira de Artesanato de Natal da Arteve das 9h às 18h na praça Centenário, junto à Casa Saretta. O espetáculo 'A verdadeira história de Natal', com o grupo Madre Paulina da cidade de Crissiumal, Santa Catarina, será às 20h na praça XV de Novembro. Neste domingo, 17, a partir das 20h, auto de Natal 'O bem... o novo... que seja eterno!' com apresentação do CTG Rincão da Roça Reúna, Coros Municipais e mix instrumental e vocal na Gruta de Nossa Senhora de Lourdes. Na próxima terça-feira, 19, espetáculo 'O Negro' com o projeto social MuDança às 20h30min na praça XV de Novembro. No dia 20, Concerto de Natal da Orquestra de Sopros de Veranópolis às 20h na praça da Gruta. A Casa do Papai Noel pode ser visitada às sextas das 18h às 21h, e no sábados e domingos das 16h às 20h na praça XV.

Melhorias na iluminação pública são tema de encontro

Em 6 de dezembro foi realizado um encontro sobre a iluminação pública de Veranópolis na Câmara de Vereadores. Na ocasião, moradores de Nossa Senhora da Paz expuseram os problemas existentes na localidade para o consultor regional da Rio Grande Energia, Umberto Ossig Santana. Os vereadores Thomas Schiemann, Mara Guzzo e Rodrigo Costa acompanharam a atividade. Conforme o representante da RGE, as demandas foram listadas e melhorias devem ser feitas nos próximos dias. Um novo encontro está agendado para 4 de janeiro, também na Casa Legislativa.

Plantando Saúde encerra atividades do ano

O último encontro do ano do projeto Plantando Saúde aconteceu no dia 7 de dezembro em Veranópolis. Com atividades experimentais, os cinquenta participantes estiveram vivenciando um dia de campo no horto de plantas medicinais da Fepagro, onde aprofundaram seus conhecimentos sobre plantas medicinais, condimentares e seus benefícios; jardinagem e cultivo de orquídeas, plantas comestíveis; e práticas sustentáveis de produção para agricultura doméstica. A ação faz parte das atividades desenvolvidas dentro da iniciativa 'Cidade para todas as idades', realização da Prefeitura através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Emater de Veranópolis e Fepagro. O prefeito Waldemar De Carli esteve presente no encerramento e comentou sobre a importância do grupo e do trabalho que vem sendo realizado. "Precisamos voltar a nossas origens e consumir produtos naturais, para melhorarmos os índices de saúde das pessoas" afirmou ele. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Cristiano Valduga Dal Pai, demostrou a sua felicidade em ver um grande grupo de participantes neste encontro e a crescente que o projeto vem tendo nos últimos meses. Para a Emater de Veranópolis, segundo Valfredo Reali, a equipe tem muito orgulho de participar e realizar a disseminação do conhecimento. Em 2018, o projeto Plantado Saúde continua com uma grade de encontro que acontece sempre na primeira quinta-feira de cada mês.

Inaugurada a Frutimar Varejo

Em 6 de dezembro foi inaugurada a Frutimar Varejo, o mais completo hortifruti da região. A cerimônia de inauguração teve presença do prefeito municipal Waldemar De Carli e do pároco, frei Darci Vazatta, que deu a bênção para o novo empreendimento. O estabelecimento está situado na avenida Júlio de Castilhos, 135, próximo ao Monumento da Maçã, oferecendo grande variedade de hortigrangeiros, além de açougue, padaria, bebidas e laticínios, entre outras opções para os clientes. A Frutimar Varejo possui amplo estacionamento em frente à unidade. O atendimento ocorre de segunda a sábado das 8h às 12h e das 14h até as 20h. Nos domingos e feriados, é das 8h às 11h30min e das 17h às 20h.

Estrada Geral Santa Bárbara recebe pintura

Nos dias 6 e 7 de dezembro foi realizada a pintura de sinalização na horizontal no novo asfalto da Estrada Geral Santa Bárbara, em Veranópolis, assim como a pintura de divisão de pista nas vias asfaltadas das comunidades de Auxiliadora - 1,078 quilômetro, São Roque - três quilômetros, São Valentim - 3,7 quilômetros e Santa Rita, 1,12 quilômetros. Essas medidas dão mais segurança aos motoristas que trafegam nessas estradas que foram pavimentadas nos últimos anos. O serviço foi contratado pela Prefeitura Municipal de Veranópolis, através da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente.

16ª CRE comemora 60 anos

A 16ª Coordenadoria Regional de Educação comemorou na noite de 6 de dezembro 60 anos de história. A festa teve programação na sede da instituição e seguiu com jantar no Dall'Onder Grande Hotel. Professores, funcionários, ex-coordenadores e representantes de entidades e dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário de Municípios de abrangência da coordenadoria foram recepcionados em solenidade de descerramento da placa alusiva ao 60 anos e inauguração da galeria de fotos panorâmicas das vinte e cinco cidades que constituem a CRE. O coordenador Leonir Olimpio Razador aproveitou o momento para agradecer os ex-coordenadores e funcionários pelos serviços prestados. "É um dia que nós reservamos para lembrar a caminhada, para agradecer a todas as mãos que se somaram para que nós chegássemos até aqui hoje", discursou. O diretor de coordenadorias da Secretaria Estadual de Educação, Carlos Norberto fraga, esteve representando o secretário de Educação Ronald Krumennauer, e se disse surpreso e alegre por ver a data sendo lembrada e comemorada. "É a minha terceira passagem pela Secretaria de Educação e eu não vi uma festa de comemoração de aniversário de coordenadoria com a importância que o professor Leonir está fazendo essa e eu acho isso extremamente importante", garantiu. Após a solenidade, todos se dirigiram ao Dall'Onder, onde houve jantar de comemoração.

Escolas de Veranópolis são premiadas

Na noite de 5 de dezembro, o Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul homenageou instituições vencedoras do 15º Prêmio Destaque em Comunicação, 12º Prêmio Responsabilidade Social e oitavo Prêmio Inovação em Educação, em cerimônia na PUC/RS, em Porto Alegre. Foram destacadas dezessete instituições de ensino que desenvolvem projetos voltados à inovação na educação, como metodologias ativas e ensino híbrido, iniciativas de responsabilidade social e estratégias eficazes de comunicação, como relacionamento com a imprensa e fidelização de alunos. Avaec e Regina Coeli foram as escolas premiadas em Veranópolis. No evento também foram comemorados os 69 anos do sindicato e destacados com Certificado de Honra ao Mérito 84 projetos de 41 instituições de ensino, que receberam nota igual ou superior a 8 nas três premiações. Outro momento da festa foi a homenagem às instituições que fazem história no Rio Grande do Sul, com 50, 100 e 125 anos. Ao todo, foram 66 premiadas e homenageadas no evento. Para o presidente do sindicato, Bruno Eizerik, as instituições premiadas são só a ponta do iceberg de todo o trabalho de qualidade que é feito pelo ensino privado gaúcho, da educação infantil ao ensino superior. "O reconhecimento do Sinepe a essas práticas serve para mostrar para a sociedade o excelente trabalho realizado pelas nossas instituições", discursou. Para Eizerik, mais importante do que comemorar os 69 anos do Sindicato, é aproveitar para premiar boas práticas e saudar as escolas que estão completando 50, 100 e 125 anos de vida. "Essas instituições demonstram a pujança do ensino privado gaúcho", garantiu.

Caps realiza encontro com música e dança

O Centro de Atenção Psicossocial de Veranópolis realizou no dia 4 de dezembro uma confraternização de final de ano para seus pacientes no caramanchão do Salão da Gruta. Na oportunidade, houve apresentação da oficina de música do Caps, sob responsabilidade de Joni Mazieiro, e uma apresentação de dança do grupo MDA, coordenada por Amaly Mossi.

Pratense quer tornar a resiliência uma política pública

A construção do Programa Estadual Rio Grande Resiliente foi tema abordado no Fórum Democrático do Espaço Convergência da Assembleia Legislativa em 7 de dezembro. O projeto de lei propõe instituir políticas públicas que incentivem as comunidades gaúchas a criarem suas próprias estratégias de prevenção e enfrentamento de adversidades cotidianas. O texto da legislação foi apresentado pelo deputado estadual pratense João Reinelli para segmentos sociais que divulguem e aprimorem o projeto de lei que deve ser protocolado no início de 2018. O governador José Ivo Sartori recebeu a minuta em outubro. A secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ana Pellini, que participou da reunião técnica, anunciou o apoio do Governo do Estado. Além de autoridades e representantes de secretarias estaduais, também compareceram ao evento integrantes de ONGs, e da Prefeitura de Porto Alegre que estiveram na elaboração da estratégia de resiliência da Capital. Segundo Reinelli, o projeto do Rio Grande Resiliente está submetido ao debate público após ter sido elaborado com base nas conclusões e ações propostas ao final da comissão especial da Assembleia Legislativa que trouxe o tema para ser discutido no Parlamento durante 120 dias, em 2016. A iniciativa teve origem em um projeto da Fundação Rockefeller, nos Estados Unidos, que elegeu cem cidades no mundo para dar apoio técnico e financeiro para que elas criassem programas locais de resiliência. Porto Alegre foi escolhida e apresentou no ano passado a sua estratégia. O coordenador do projeto Poa Resiliente, veranense Cezar Busatto, que supervisionou o trabalho e hoje é o coordenador de Cultura da Resiliência do Centro de Inteligência Urbana de Porto Alegre, participou da elaboração da minuta. Busatto destacou a importância que o tema ganhou nos últimos anos no Estado. O conceito de resiliência visa criar estratégias para combater os principais problemas das cidades, como crises econômicas, violência urbana e desastres climáticos, incentivando as comunidades a adotarem posturas preventivas, criando os comitês e as estratégias locais de resiliência que contenham as ações práticas para enfrentar as adversidades e assim tornar os municípios mais fortes e preparados para lidar com situações imprevistas e aquelas que se repetem e parecem não ter solução. Depois que o projeto for aprovado na Assembleia Legislativa devem ser criados comitês municipais que discutirão quais as prioridades de cada cidade e as estratégias para atingir cada objetivo. Até lá, autoridades, especialistas, entidades e qualquer cidadão poderão colaborar.

Conservação do solo é foco na Tecnovitis

De 6 a 8 de dezembro, no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, ocorreu a segunda edição da Tecnovitis - Feira de Tecnologia para a Viticultura. O evento oportunizou o contato dos produtores de uvas com novas tecnologias, equipamentos e produtos da viticultura, palestras, demonstrações técnicas a campo e exposição de produtos e serviços para o setor. O evento foi gratuito e aconteceu na comunidade Oito da Graciema e Complexo do Hotel Villa Michelon. Promovida pelo Sindicato Rural da Serra Gaúcha, a feira contou com o apoio de mais de vinte entidades, entre elas a Emater, que teve um estande onde extensionistas demonstraram os efeitos das plantas de cobertura do solo, comparando a quantidade de solo e água que é perdida com a chuva em diferentes tipos de manejo - solo descoberto, com cobertura vegetal, com roçada e sem roçada. No local, os agricultores também puderam conferir a oscilação térmica em um solo descoberto e em um com palha e quais são as recomendações para uma adubação equilibrada. Outro assunto trabalhado foi a qualidade das mudas de videira. Ainda nos três dias da feira, ocorreram seminários com os temas legislação, boas práticas na viticultura e orgânicos, respectivamente.

Jogos pela Apae reúnem celebridades do futebol

No sábado, 9 de dezembro, o estádio Antônio David Farina, em Veranópolis, foi palco de três jogos beneficentes em prol da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais de Veranópolis. A tarde esportiva começou com o confronto entre os times das categorias de base da Associação Atlética Veranópolis e Clube Atlético Pradense. Em seguida, aconteceu a partida do time do Veranópolis Esporte Clube que foi campeão da segunda divisão de 1993 contra o Carrosel de Caxias do Sul, time da família Bacchi. O principal jogo do sábado reuniu Os Amigos de Cássio Ramos, Gilmar Dal Pozzo e doutor Aloir frente a um combinado regional treinado por Dirceu Paulo Salla, o Tampinha. A partida foi vencida pelos Amigos por dois a zero, com gols ainda no primeiro tempo. Entre os craques que participaram, Bergson - ex-Juventude e Grêmio, Marquinhos Xavier - técnico da ACBF e Seleção Brasileira de Futsal, João Sasla - ex-jogador da AAV e atualmente na ACBF e Seleção Brasileira de Futsal, Bruno Souza da ACBF, Mateus Santana e Matheus Cavichioli do Juventude, Claudio Winck do Internacional e Fabiano do Palmeiras. Gilmar Dal Pozzo atuou como zagueiro e Cássio Ramos foi o goleiro dos Amigos. Houve homenagem a Edgar Chiaradia e Ezenir Badalotti, que estavam envolvidos com o VEC em 1993, ano em que o clube subiu para a primeira divisão do Campeonato Gaúcho. Os familiares dos dirigentes receberam troféus.

Jasmine Benatto encerra o ano com mais um pódio

No dia 2 de dezembro, a Linha Muller, em Farroupilha, recebeu o Night Run Salto Ventoso, que contou com a participação de 235 corredores e duas opções de distância - cinco e dez quilômetros. Os percursos passaram por estradões, trilhas, declives e subidas acentuados e pela passarela do Salto Ventoso, iluminada pela organização do evento com tochas. Minutos antes da largada ocorreu um briefing reforçando aos atletas o uso obrigatório da lanterna de cabeça ou de mão, a não desviarem a sua atenção das marcações e relembrando a localização do posto de água, entre outros pontos. Diversos staffs garantiram a segurança dos corredores. Na categoria dos dez quilômetros, após 1h13min de prova, a atleta veranense Jasmine Benato cruzou a linha de chegada se consagrando campeã na categoria 23-27 anos e sexta colocada na Geral Feminina. Essa foi a última prova de Jasmine no ano.

VEC acerta com Jair, ex-Internacional

O clima do Gauchão esquenta com o Veranópolis Esporte Clube acertando suas últimas contratações. Jair Rodrigues Júnior foi a novidade anunciada no dia 6. O volante tem 23 anos. Revelado pelo Grêmio de Ibirubá, foi para o Internacional em 2013. Sua última equipe, o Boa Esporte, era treinada por Julinho Camargo, atual técnico do Veranópolis. Jogará no pentacolor pela primeira vez.

AAV termina a Copa D'Itália em quarto lugar

Os meninos da categoria Sub11 da Associação Atlética Veranópolis jogaram as finais da Copa D'Itália no domingo, 3 de dezembro, em Caxias do Sul. Na semifinal, empatou com a forte equipe da AFA, de Farroupilha, em quatro a quatro mas, por ter melhor campanha, foi à decisão o time farroupilhense. Já na disputa do terceiro lugar, os veranenses estavam abatidos e não tiveram forças para enfrentar a Casa Blanca, de Bom Principio, sendo derrotados por cinco a três. "A gurizada sentiu se abateu após a desclassificação na semifinal, porém fizeram um excelente ano, pois chegaram nas semifinais em todas as competições disputadas. Essa geração tem grande futuro pela frente", garantiu o treinador Flavio Barcellos.

AAV é campeã da Copa Vale

Na manhã de 2 de dezembro, a categoria Sub13 da Associação Atlética Veranópolis foi a Vila Flores para decidir a Copa Vale das Antas de Futsal/Sesc - Série Prata. Na semifinal, os veranenses empataram com a equipe de Nova Roma do Sul em um a um. Na decisão por pênaltis, vitória da AAV por três a dois. Na outra semifinal, o projeto Jogando para o Futuro, de Vila Flores, venceu o DMD de Farroupilha por oito a dois. A decisão do título entre AAV e Vila Flores foi um jogo equilibrado que terminou em um a um. O troféu foi decidido nos pênaltis, onde a AAV venceu por três a dois, sangrando-se campeã da competição. Já no dia 3 foi a vez de decidirem a Copa D'Itália no clube Recreio da Juventude, em Caxias do Sul. Na semifinal, os garotos enfrentaram os donos da casa e acabaram derrotados por três a um. Na outra semifinal, o Atlético venceu a AMSM de São Marcos. Já na disputa de terceiro lugar, os veranenses venceram a AMSM por dois a um. "Foi uma temporada de altos e baixos, mas que acabou com os meninos jogando um belo futsal", garantiu o treinador Natanael Frainer.

Alunos da AAV recebem prêmios na Sogipa

Na noite de 6 de dezembro realizou-se a festa de premiação dos destaques da 12ª Copa Sortica no salão panorâmico da Sogipa, em Porto Alegre. A Associação Atlética Veranópolis participou da competição com quatro categorias - Sub11, Sub13, Sub15 e Sub17, classificando-se em todas elas para disputa das quartas de finais. O destaque coletivo ficou por conta da Sub11 que conquistou a terceira colocação. Já no individual, reconhecimento a Gustavo Franceschetto da Sub11, na seleção geral da competição, Bernardo Boschetti por ser o goleiro menos vazado da Sub11, Gustavo Ramos Loureiro, da Sub15, pela seleção da categoria, e Wellington de Andrade pela seleção da Sub17.

Campeonato de Bochas premia vencedores durante jantar

Nossa Senhora da Paz sediou em 1º de janeiro o jantar de entrega da premiação do Campeonato Municipal de Bochas 2017 de Veranópolis, para os melhores colocados das categorias Individual, Simples e Trios. Por equipe, o vencedor foi o Planalto, seguido de Medianeira, São Peregrino, Santa Rita, Satélite, Nossa Senhora da Paz e Universal. No Simples, vitória de Leocídio Cenci, da Bochófila Planalto, tendo seu colega Rodrigo Peruzzo como vice-campeão. Em terceiro ficou Edson Cristianetti e em quarto Gilmar da Luz, ambos da Bochófila São Peregrino. Na categoria Duplas, a equipe A da Bochófila Planalto foi a vencedora, com Leocídio Cenci, Rodrigo Peruzzo e Nadir Manfredi. Em segundo lugar, o time A da Medianeira, formado por Italvino Omizzolo e Ropson Busatto. São Peregrino A foi a terceira, com Elias Dall'Agnol, Cleodir Zanon e Gilmar da Luz, e Planalto B em quarto, com Claudemir de Toni, Carlos Corlassoli e João Cenci. Nos trios, novamente a Bochófila Planalto, com a equipe A, ficou com o troféu, graças a Leocídio Cenci, Rodrigo Peruzzo, Claudemir de Toni e Rogério Obregon. Na segunda posição, Nossa Senhora da Paz A, com Ari Sangalli, Willian Zancan Ceppo, Marcos Ceppo Mazzarollo, Roque Mazzarollo e Jeferson Ceppo. Planalto B ficou em terceiro, reunindo os atletas Carlos Corlassoli, Nadir Manfredi, Jair Duarte, João Cenci e Cassiano Pellefrini. Satélite foi o quarto colocado, através de seu time B, com Neivaldo Frizon, Gabriel Cenci, Genir Ceppo e Rudimar Frizon. O evento foi organizado pela Liga Bochofilá e Cultural Veranópolis em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Esporte, Lazer e Juventude.


VARIEDADES

Uili Bergammín Oz visita a terra de Dom Quixote

O escritor cotiporanense Uili Bergammín Oz embarca para a Espanha, mais especificamente para a região de La Mancha, onde fará de automóvel os Caminhos de Dom Quixote. Visitará a cidade natal de Miguel de Cervantes, o lugar onde ele está enterrado, os moinhos de vento que o inspiraram, a cidade de Toboso e muito mais. Essa viagem faz parte de uma pesquisa que Bergammín está fazendo, já que traduziu e adaptou o livro 'Dom Quixote' para o público juvenil. O escritor já possui uma obra publicada sobre Dom Quixote e realiza palestras sobre o clássico em todo o Estado.



REGIÃO

Vila Flores participa dos Jogos de Integração da Longevidade

Dois times de Vila Flores estiveram presentes na terceira edição dos Jogos de Integração da Longevidade, na modalidade câmbio, em Veranópolis. As partidas ocorreram no dia 2 de dezembro no Ginásio Poliesportivo Municipal Leonir Antônio Farina, reunindo mais de 120 idosos. Participaram as equipes A e B Flor da Melhor Idade de Vila Flores, Plug Ivoti A e B, Acacel de Caxias do Sul A e B, Sesc Campestre de Porto Alegre A e B, EquiCambio de Caxias do Sul e os anfitriões, Associação Atlética Veranópolis, A e B. Depois de seis horas de jogos, os atletas receberam medalhas, maçãs doadas por fruteiros da cidade e uma sacola com impressos de divulgação turística de Veranópolis, oferecidos pela Secretária de Turismo. A promoção foi da AAV.

Cotiporanense é ouro nas Olimpíadas Estaduais da Apae

O cotiporanense Afonso Meneguzzo sagrou-se campeão nas Olímpiadas Nacionais da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais em sua fase estadual na última semana. Ele conquistou o primeiro lugar nas modalidades de natação e atletismo, garantindo vagas para disputar a grande final nacional. Ele é atendido na Apae de Veranópolis.

Ipiranga vence o Municipal de Futebol Sete de

Cotiporã Com doze equipes participantes, chegou ao fim no sábado, 9 de dezembro, o Campeonato Municipal de Futebol Sete de Cotiporã. Em uma acirrada disputa, o Ipiranga A venceu a equipe de Santa Cruz A por um a zero e ergueu a taça de campeão, conquistando todos os campeonatos municipais de 2017. Além do primeiro lugar, Ipiranga ficou com o troféu disciplina. O terceiro lugar foi do Fluminense, que venceu por três a dois o Fazenda A. Com sete gols, Alexandre Tomazzi ganhou o troféu de goleador e Danrlei Migon de goleiro menos vazado. Os dois são jogadores da equipe de Santa Cruz A. A final do campeonato foi uma realização da Liga Cotiporanense de Esportes com apoio da Prefeitura. A entrega de premiação contou com a presença do presidente da Federação Gaúcha de Futebol Sete, Jair Batistello, além de autoridades locais.

Escola Caminhos do Aprender completa 90 anos

Em jantar de confraternização, foi recordada a trajetória dos 90 anos da Escola José Bonifácio, hoje Escola Municipal de Ensino Fundamental Caminhos do Aprender. No evento foram homenageados professores, funcionários, direções, além dos prefeitos e secretários municipais de Educação, que fizeram parte da caminhada histórica da escola. A diretora Roberta Rigo destacou que "com a filosofia do prazer em ensinar e prazer em aprender, a Caminhos do Aprender visa oferecer uma educação de qualidade a todos, onde o pensar e o fazer se voltem para a formação de um cidadão capaz de interagir com o meio em que vive".

Comissão Emancipacionista de Fagundes recebe homenagem

Na sexta-feira passada, 7 de dezembro, no gabinete da prefeita Claudia Moreschi Tomé, foi realizada a cerimônia de homenagem à Comissão Emancipacionista em alusão aos trinta anos de criação do Município de Fagundes Varela. Estavam presentes os membros da comissão, familiares dos já falecidos, ex-prefeitos, vereadores e secretários municipais. Foi um momento especial de resgate da árdua jornada pela emancipação, de reconhecimento e agradecimento pelo trabalho realizado.


OPINIÃO

Nosso Mundo

Foto: Arquivo Pessoal

Equilíbrio - O ser humano está atormentado por desequilíbrios. Isto causa reações de egoísmo e violência que não ajudam em nada a sobrevivência de sua espécie. O ser humano perdeu o senso de coletivo e um provoca o sofrimento do outro, por causa de crenças, côr da pele, classe social e posição geográfica e muitos outros motivos banais. Os grandes inimigos do progresso da humanidade são os próprios homens, com suas desavenças estúpidas e alegações insanas. Nenhuma outra criatura na face da Terra faz guerra contra si mesma. Só o ser humano é capaz dessa tragédia, que no final, volta-se contra o próprio ser humano. Todas as mudanças feitas neste planeta, quer sejam grandes ou pequenas, traz um preço a ser pago no futuro. É uma simples equação de ação e reação e, enquanto não entendermos isso, vamos ficar dando passos para a frente e para trás. O nascimento de uma criança em um país rico, desenvolvido, vai causar a morte de outra criança em um país pobre e subdesenvolvido, pois os recursos desse país pobre foi vendido e destinado ao país rico, por seus líderes gananciosos. É uma questão de equilíbrio. O que o país rico desperdiça, fará falta para o país pobre. O ser humano ainda não entendeu a questão do equilíbrio. Ele ainda não entendeu que a preservação de sua espécie de forma sadia é fundamental; a de uma pessoa ou de um povo, pouco conta nessa escala. Se o ser humano não entender isso e não partir para a busca do equilíbrio urgente do planeta, vai comprometer a espécie humana em um futuro não muito distante. Certa vez li um artigo comparando a travessia humana como uma grande quantidade de pessoas em um barco, atravessando um mar agitado.

A maioria dos seres humanos não tem clareza para conduzir o barco. Por outro lado, a massa fica se agitando de um lado para o outro do barco, causando mais desequilíbrio. Eles se movem para a frente ou para trás do barco, causando mais ondas e não percebem que se a água entrar por qualquer lado que seja, todos vão afundar. Por mais experiente que sejam os comandantes e por mais que eles gritem mensagens, a massa não ouve ou não crê na ordens de comando, se agita e desequilibra o barco. Existem pessoas que estão fazendo todo o possível para transportar o barco da espécie humana da melhor forma possível nesse mar agitado, mas se os tripulantes não se ajudarem e ficarem brigando entre si, vão fatalmente fazer com que o barco afunde. Se, durante essa travessia, alguns tantos cairem no mar, mas o barco se equilibar para preservar a espécie humana, os comandantes tiveram sucesso. A sobrevivência da espécie humana é sua grande preocupação. Seria muito mais fácil se todos entendessem que há lugar para todos nesse grande barco; basta se ajudarem e não criarem grandes disturbios durante a travessia no mar revolto. Controlar as mentes e decisões, se fosse possível, não seria viável, pois contraria leis fundamentais como o livre arbítrio - se o ser humano escolher o caminho de sua extinção, ela virá. Se ele escolher pelo futuro onde todos poderão viver em paz e abundância, ele também virá. É uma questão de decisão coletiva, lembrando sempre que o progresso requer cooperação e muito equilíbrio.
* Célio Pezza, escritor@celiopezza.com



ESPECIAIS

La Cucagna 5ª edição - clique aqui para ver a galeria completa

Troféu Imprensa Regional 2ª edição - clique aqui para ler na íntegra