Notícias da edição 785 • 12 de janeiro de 2018 • Veranópolis • Vila Flores • Cotiporã • Fagundes Varela • RS

CAPA E DESTAQUES

Veranópolis complenta 120 anos no dia 15

Na próxima segunda-feira, dia 15 de janeiro, Veranópolis completa 120 anos de emancipação política. Para comemorar a data será realizado um momento de ação de graças durante a celebração religiosa que acontece neste domingo, 14, às 19h na Gruta Nossa Senhora de Lourdes. O Berço Nacional da Maçã e também Terra da Longevidade há muito tempo já foi local de repouso de tropeiros. Em 1885, o Governo Imperial instalou a colônia de Alfredo Chaves, e a partir daí, começaram a chegar os primeiros imigrantes italianos, depois poloneses, todos em busca de terras e trabalho. Foi no dia 15 de janeiro de 1898 que Alfredo Chaves emancipou-se e passou a vila. Por existir outro local com o mesmo nome, foi oficializado em 1944 o nome de Veranópolis, que significa cidade de veraneio. Pois nessa época era muito frequentada por visitantes que buscavam ar puro e clima mais ameno.

Em Vila Flores, após missa de Natal, ocorreu a inauguração do Relógio de Flores na praça da Matriz. Diversas autoridades municipais participaram, além do engenheiro civil da Prefeitura, Marco Antônio Fiori, que realizou o projeto. Também colaboraram a arquiteta Tanéia Roncato e o engenheiro Achiles Bertussi. O relógio foi um presente oferecido pelo empresário João Zatt, o qual colaborou com parte do projeto, para seu amigo e prefeito Vilmor Carbonera, em 2013. Zatt, que faleceu em 2014, era empreendedor na construção civil, idealizador da Torre Mirante da Serra, que abriga o restaurante giratório, e outras edificações na região. As flores do canteiro serão produzidas no horto da prefeitura municipal e serão repostas de acordo com a floração das estações.

Rodeio do CTG Rincão da Roça Reúna chega à 30ª edição

O Rodeio do CTG Rincão da Roça Reúna, de Veranópolis, acontece na próxima semana, de 17 a 21 de janeiro, no Parque Municipal de Eventos Prefeito Nadyr Mário Pelegrino Peruffo, em Sapopema. A programação campeira será aberta na quinta-feira, 18, às 17h com a disputa das Duplas Taça Sicredi. Na sexta, 19, às 9h disputa do Municipal de Laço Individual, seguida da Raspadinha de Duplas às 10h, Duplas Taça Cidade de Veranópolis às 15h e, às 16h, inscrição ao Laço Quinteto. Neste haverá prêmio extra de R$ 2500 para o ganhador, tendo que laçar as quatro armadas na sexta-feira. No sábado, 20, a partir das 7h30min disputa do Laço Quinteto, primeira e segunda volta. Na sequência, inscrição ao Laço Família às 8h, disputa das Duplas do Rodeio às 10h e almoço ao meio-dia. À tarde, classificatória do Laço Família, Troféu Encosta do Prata às 14h, reza da Ave-Maria às 18h, última chamada para os retardatários dos Quintetos às 19h e, a partir das 20h, disputa das Gineteadas, término dos Quintetos e Duplas do Rodeio. No domingo, dia 21, a programação inicia às 6h com o Laço Quinteto, terceira e quarta volta - ordem inversa e eliminatória das Duplas do Rodeio A, B, C para ficarem dez duplas ou menos em cada força. Às 12h30min, Concurso de Rédeas e, a partir das 14h, disputa da Vaca Parada Piazinho, Piazito, Bonequinha e Prendinha - fora da cancha e as finais dos laços Família, Quinteto C, B, A e Duplas do Rodeio A, B, C. Para fechar, às 17h Gineteadas e encerramento do rodeio às 18h. Na parte social e artística, os acampamentos serão abertos na quarta-feira, 17. Na quinta, 18, iniciam os bailes, sendo que às 21h haverá apresentação do grupo Rastro do Vento. Na sexta, 19, às 20h30min abertura oficial seguida às 21h30min de show com Joca Martins e baile com Recordação Gaúcha. No sábado, 20, às 21h30min show com Cristiano Quevedo e, após, baile com Estirpe Campeira. No domingo, 21, a partir das 8h concursos artísticos com Danças Tradicionais, Intérprete Solista Vocal e Dança Chula, Mirim, Juvenil e Adulto e Declamação Mirim, Juvenil e Adulto. Para acessar o Parque será cobrado R$ 5 de ingresso para os competidores, mediante apresentação do Cartão Tradicionalista. Já o público em geral paga R$ 10, o que dá direito aos shows e bailes de forma gratuita. Não será permitida a entrada com bebidas alcoólicas e os carros serão revistados. Haverá câmara fria com venda de bebidas em caixas por preços acessíveis e churrasco. Ainda existem acampamentos disponíveis para serem reservados e a ocupação é por ordem de chegada. Visando proporcionar melhores condições para o evento, foram feitas melhorias nas últimas semanas em pontos do Parque de Eventos, como roçadas, pinturas e reformas. Além disso, reparos no coberto do pavilhão onde fica o bar e construída mais uma rede de água, pois o abastecimento foi uma das dificuldades enfrentadas em 2017. Também foi feita parceria com duas entidades da cidade. Uma foi com a Associação de Recicladores, que fica com a tarefa de recolher o lixo para posteriormente ser reaproveitado, e com o Instinto Coruja, que ficará responsável pela bilheteria. A segurança nos dias do evento será reforçada com a presença de mais de sessenta homens circulando pelo local. A patroa Idevania Rossato Sachini destaca que é grande a procura de famílias pelos acampamentos, e não somente jovens, como habitualmente acontecia.

Escolas passam por reforma e ampliação

Nesse período de férias escolares, os prédios educacionais de Veranópolis estão recebendo melhorias. As Escolas Municipais Irmão Artur Francisco, no Medianeira, Irmã Joana Aimé no Renovação e Irmã Carmelita no Santo Antônio estão ganhando novos telhados, agora em aluzinco, inclusive com isolamento térmico, e novos forros em PVC. Os telhados foram danificados com o temporal de granizo que ocorreu em junho e atingiu toda a cidade, sendo que os forros já estavam desgastados pelo tempo. Devido às atividades escolares, essas reformas nas estruturas dos telhados só foram possíveis no de recesso das aulas. Já a Escola Senador Alberto Pasqualini, no bairro Renovação, está recebendo uma intervenção maior de ampliação, sendo construído um novo ginásio e, no espaço do antigo ginásio, novas salas de aula. O refeitório dessa unidade educacional também está sendo ampliado e alguns banheiros reformados, garantindo a acessibilidade para os novos espaços.

Igreja Matriz está fechada para restauração

Desde o começo do ano, a Igreja Matriz São Luiz Gonzaga, de Veranópolis, está fechada para obras de restauração. Esse trabalho deve durar cerca de seis meses e acontece principalmente para recuperar as pinturas históricas. A empresa Glanert Restaurações, de Santa Tereza, é a responsável pelo serviço. Ao longo de 2017, a Matriz recebeu nova pintura externa. As celebrações religiosas passam a ser feitas na Gruta Nossa Senhora de Lourdes.

BM de Veranópolis recebe dez coletes à prova de bala

Na tarde de terça-feira, 9 de janeiro, ocorreu no quartel da Brigada Militar de Veranópolis a entrega de dez coletes balísticos, marca CBC, para o pelotão. Os equipamentos foram adquiridos com verba do Poder Judiciário, sendo solicitados por intermédio do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública - Consepro. O juiz de Direito Antônio Luiz Pereira Rosa fez a entrega ao comandante da BM local, capitão Rogério Schuh dos Santos.

Câmara realiza primeira sessão extraordinária de 2018

A Câmara de Vereadores de Veranópolis realizou na segunda-feira, dia 8 de janeiro, a primeira sessão extraordinária do ano para apreciações de ordem do Executivo Municipal. Na ocasião, a mesa diretora da Casa Legislativa para 2018, presidida pela vereadora Mara Guzzo, tomou posse. Completam a mesa o vice-presidente Luis Comiotto, secretário Aristeu Caron e segundo secretário Thomas Schiemann. Também foram definidas as comissões permanentes do Legislativo. A Comissão de Constituição e Justiça será presidida por Luís Comiotto, com vice João Mazetto e relator Leocride Bataglion. A Comissão de Obras e Serviços Públicos terá como presidente Aristeu Caron, vice Danilo Balotin e relator Thomas Schiemann. Para a Comissão de Finanças, Orçamento e Contas, presidência de Leocride Bataglion, vice-presidência de Rodrigo Costa e relatoria de Luis Comiotto. A Comissão de Educação, Saúde, Assistência Social e Meio Ambiente será comandada por Thomas Schiemann, tendo Rodrigo Costa como vice-presidente e Aristeu Caron como relator. A Comissão de Cidadania, Direitos Humanos e Segurança terá como presidente Rodrigo Costa, vice Aristeu Caron e relator João Mazetto. Para homenagens e títulos, a condução será deThomas Schiemann, com vice-presidente Luis Comiotto e relatores Leocride Bataglion, João Mazetto e Danilo Balotin. Na sessão foi apreciado o projeto de lei 156, de 15 de dezembro de 2017, de autoria do Poder Executivo. O texto fala da contratação temporária de pessoal para a Secretaria Municipal de Educação, Esporte, Lazer e Juventude. Com parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça, foi aprovado por unanimidade. Também se discutiu o PL 157, também do Executivo, que autoriza a abertura de crédito especial para as secretarias municipais da Saúde e Educação, Esporte, Lazer e Juventude. Com parecer favorável das comissões de Finanças, Orçamentos e Contas e Educação, Saúde, Ação Social e Meio Ambiente, teve aprovação unânime. Já o PL 158, do Executivo, que autoriza despesas com 'Nutrir o Amanhã' - R$ 10.500, e 'Saúde Sapeca' - R$ 15.000, teve parecer favorável das comissões de Finanças, Orçamentos e Contas e Constituição e Justiça. Todos os vereadores votaram favoravelmente.

População exige melhorias na energia elétrica

A Câmara de Vereadores foi ponto de encontro em 4 de janeiro para debater os problemas existentes e buscar soluções para o fornecimento de energia elétrica em Veranópolis. A reunião envolveu as localidades de Nossa Senhora da Paz e Santo Isidoro, e o bairro Femaçã, com presença dos vereadores Thomas Schiemann, Luis Comiotto, Leocride Bataglion, Jucimar Merlo e Rodrigo Costa, o consultor regional da Rio Grande Energia, Umberto Ossig Santana, e moradores. A população cobrou atitudes práticas perante os diversos problemas que foram explanados e listados durante os últimos meses. Conforme Santana, toda demanda será avaliada e resolvida. Um diagnóstico será apresentado no próximo encontro marcado para 15 de fevereiro, às 10h também na Câmara de Vereadores. Na ocasião, também se farão presentes representantes de Nossa Senhora das Dores, que sofre com problemas de iluminação pública.

Ceran beneficia instituições em Veranópolis

Veranópolis recebeu em 2017 recursos provenientes da Companhia Energética Rio das Antas, através do Fundo do Idoso e da Criança. Novos projetos para este ano continuaram sendo realizados através da parceria. Em 2016 foram aprovados quatro projetos que receberam auxílio financeiro da Ceran, em total de R$ 51.685,04, e foram executados ao longo de 2017. O Colégio Regina Coeli promoveu a Noite de Ação de Graças com R$ 9.622, enquanto a Escola da Inteligência da Avaec ficou com R$ 16.063,04. Os Escoteiros São Luiz Gonzaga receberam R$ 8.200 e a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais, para arte e revitalização, foi contemplada com R$ 17.800. No ano que passou, o acordo também aconteceu na realização de eventos culturais no Município. Através de patrocínio da Lei Rouanet aconteceu o Girando Arte em Veranópolis, Cotiporã e Nova Roma do Sul. Na Terra da Longevidade o espetáculo integrou o VeraCult - Quermesse Enogastronômica, ocorrido em junho no pavilhão do Centro de Exposições José Bin, na Femaçã. Para as três cidades, o patrocínio da Ceran foi de R$ 183.920. Também pela Lei Rouanet, escolas de Veranópolis, Flores da Cunha, Nova Pádua e Pinto Bandeira receberam o grupo Teatrando por Aí para o espetáculo 'Onde foi parar a Dona Gentileza?'. O investimento da companhia foi na ordem de R$ 83.000. A peça foi encenada no salão de atos do Colégio São Luiz Gonzaga no mês de setembro, para todos os estudantes da cidade. Através de recurso próprio, a Ceran destinou para a Liga Feminina de Combate ao Câncer de Veranópolis o valor de R$10.305. O valor desse projeto não se enquadrou em nenhuma lei de incentivo, por esse motivo a verba foi retirada diretamente do orçamento da empresa. Em 2017 foram aprovados mais oito projetos pela Ceran, que somam R$ 226.507. Alguns já iniciaram e os demais serão realizados ao longo de 2018. Através do Conselho Municipal do Idoso - Fundo do Idoso, foi aprovado projeto da Secretaria de Desenvolvimento Social, Habitação e Longevidade intitulado 'Arte enquanto processo de Inclusão', no valor de R$ 10.760. Via Secretaria de Turismo e de Cultura, o Coro Piacere die Cantare vai receber R$ 7.496. A Associação Atlética Veranópolis, em iniciativa voltada à qualidade de vida do idoso através do esporte, vai ficar com R$ 24.101. Para desenvolver potencialidades na terceira idade, o Grupo da Longevidade terá R$ 6.000 à disposição. O Centro Cultural protocolou o projeto 'No olhar do Ofício, a Vida que Pulsa, contemplado com R$ 128.000. E para o Conselho Municipal de Criança e do Adolescente - Fundo da Criança, o projeto Saúde Sapeca da Secretaria da Saúde receberá R$ 10.500 da Ceran, e o Nutrir o Amanhã terá R$ 15.000. A AAV, para o já tradicional projeto Sociedade Esportiva Educar, receberá R$ 24.650. Contribua Todos podem contribuir com o Fundo do Idoso ou da Criança através do Imposto de Renda. Para isso as pessoas físicas podem destinar até 6% do IR, através da declaração completa, e as empresas podem doar até 1% de seu IR devido - lucro real. Para fazer a doação basta consultar um contador e solicitar que realize essa destinação. Os Conselhos Municipais permitem ao doador escolher a área prioritária e os projetos a serem desenvolvidos com o valor destinado através do Imposto de Renda.

VEC finaliza preparação para o Gauchão

O Veranópolis Esporte Clube inicia na próxima semana a disputa de mais um Campeonato Gaúcho. A estreia vai ser novamente contra o Internacional mas, diferente de 2017, desta vez o confronto será em Porto Alegre, no Estádio Beira-Rio na quinta-feira, 18, às 19h30min. Esse jogo vai fechar as partidas da primeira rodada do Estadual. Na fase de preparação, o VEC começou os treinos oficialmente na metade de novembro. Os jogos-treino e amistosos aconteceram em dezembro. O pentacolor começou ganhando do Pradense por três a zero e de um combinado amador de Barra do Ribeiro por seis a zero. Em seguida aconteceram as partidas contra os futuros adversários do Gauchão. Empatou sem gols com São Paulo e Caxias, e perdeu para o Novo Hamburgo por um a zero. Já nesta quarta-feira, 10, após o fechamento desta edição, a equipe recebeu o Avenida no Estádio Antônio David Farina para o derradeiro jogo de preparação. O grupo de jogadores conta com vinte e cinco atletas, e o técnico Julinho Camargo acredita que ainda é necessário trazer mais um a dois. Um dos principais reforços é o volante Bertotto, que tem 24 anos e já atuou pelo Internacional. No colorado foi campeão do Campeonato Brasileiro de Aspirantes em 2017. O treinador comanda o VEC pela quarta vez no Gauchão, após as campanhas de 2013, 2014 e 2015. Ele teve ainda uma passagem em 2004 na Copa do segundo semestre. A primeira partida em casa será no dia 21 contra o São José, inicialmente às 18h. Ao longo da primeira fase, o VEC terá cinco jogos no ADF e seis como visitante. Os ingressos para o ADF custam R$ 40, sendo que estudantes e idosos pagam a metade. Para o jogo contra o Grêmio em 17 de fevereiro, o valor ainda não está definido. O pacote para arquibancada custa R$ 135, as banquetas inferiores saem por R$ 150, as superiores por R$ 170 e as cadeiras cobertas por R$ 400. Para quem tem perpétua, a cadeira tem custo de R$ 200.


VARIEDADES

Natal é marcado por ações solidárias

O vereador Luis Comiotto promoveu uma confraternização de Natal no bairro Santo Antônio, em Veranópolis, na tarde de 23 de dezembro. A ação foi em frente ao Ginásio César Abruzzi. Houve distribuição de balas, chocolate e cachorro-quente para crianças e paiss. O Papai Noel do grupo GNM passou pelo local e distribuiu doces. No dia 24 foi a vez do grupo Borrachos realizar o Natal Solidário. Foram distribuídas catorze cestas básicas e mais de trinta brinquedos para famílias dos bairros São Francisco, Santo Antônio, Medianeira e Valverde.



REGIÃO

Show de Prêmios define ganhadores em Vila Flores

Na manhã de domingo, 7 de janeiro, foi realizado o terceiro sorteio da promoção Show de Prêmios 2017, realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Vila Flores, com apoio da Prefeitura Municipal e patrocínio da Veraveículos. O ato ocorreu na praça da Igreja Matriz após a tradicional missa. O prêmio principal, um veículo Mobi Easy 1.0 Flex com quatro portas e zero quilômetro, ficou com Roberto Detogni, cliente do Mascaron Supermercados assim como Jonatan Galli, que levou o segundo prêmio, um televisor com 40 polegadas. Ivanete Nolio, cliente da Per Tutti Moda, ganhou uma fritadeira elétrica sem óleo. O forno elétrico foi para Maria Eduarda Goldmeyer, que fez compras no Veranense Mercado. Um vale de R$ 250 foi o prêmio de Jocimara Morais, cliente da loja Inovação, Andréia Pagnoncelli, cliente do Mascaron Supermercados, Avelino Zanin, associado da Sicredi Serrana RS, Flavia Comin, cliente do Mascaron Supermercados, Jordana Maran que fez compras no Veranense Mercado, assim como Neura Fiori Canevese.

Universitários cotiporanenses doam cadeira de rodas

No dia 29 de dezembro último, a Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social de Cotiporã recebeu uma cadeira de rodas da Asssociação dos Universitários Cotiporanenses. Em uma iniciativa solidária, a entidade realizou durante o ano de 2017 uma campanha de coleta de tampas e lacres plásticos em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Bento Gonçalves, a Comudef. Com a venda dos itens recicláveis e apoio de patrocinador, a AUC adquiriu a cadeira de rodas e doou ao Município de Cotiporã a fim de beneficiar a população. A secretária de Saúde e Assistência Social, Rozeli Frizon, recebeu a doação de integrantes da diretoria da AUC. A cadeira de rodas fica à disposição da sociedade com os demais equipamentos oferecidos.

Programa Saúde na Escola orienta adolescentes em Fagundes

Em dezembro de 2017 foi realizada mais uma atividade relativa ao Saúde na Escola com alunos do Colégio Estadual Ângelo Mônaco, de Fagundes Varela. No encontro, mitos e as realidades sobre sexualidade. Através de dinâmica de grupo, os alunos puderam manifestar opiniões e conhecimentos a respeito do tema, tendo o respaldo e a coordenação da equipe de profissionais de saúde para esclarecerem dúvidas. Ao final, receberam orientações acerca dos métodos para evitar uma gestação indesejada e as DST.

Fagundes terá videomonitoramento

Visando um sistema de segurança pública mais eficiente e de forma integrada, Fagundes Varela adquiriu, através do Consorcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentavel Da Serra Gaucha, três câmeras de monitoramento para realizar o cercamento eletrônico, juntamente com as catorzer cidades que integram o Cisga. Esses equipamentos, com capacidade de leitura e armazenamento das placas de veículos, serão instalados em pontos estratégicos da cidade, com o intuito de inibir a criminalidade na região. Um dos locais que receberá o equipamento é o pórtico na saída para a ERS-355. As imagens serão monitoradas pela central de comando e controle, na sede do terceiro BPAT de Bento Gonçalves, e futuramente será interligada ao sistema de segurança do Governo Estadual. Para a cidade, também através do Cisga, estão sendo realizados estudos e levantamento de dados, visando a melhoria da iluminação pública com instalação de sistema para economia e maior luminosidade nas vias. Segundo a prefeita Claudia Moreschi Tomé, "essas ações integradas com os Municípios da região trazem eficiência e economicidade aos cofres públicos, além de minimizar o sentimento de insegurança da nossa população".


OPINIÃO

Nosso Mundo

Foto: Arquivo Pessoal

O futuro da Terra - A era da luz aproxima-se rapidamente do nosso planeta. Ela terá avanços nunca vistos e a espécie humana será libertada para desenvolver seu potencial máximo. Em breve, uma nova tecnologia poderá ser disponibilizada e teremos acesso a uma nova fonte de energia existende no planeta, que ainda não foi detectada e causará uma mudança radical na sociedade. Quando essa energia estiver disponível para todos, de forma ilimitada, tudo pode funcionar sem a necessidade de um país invadir o outro para suprir suas necessidades energéticas. Essa energia livre permitirá o aperfeiçoamento da agricultura com o máximo desempenho e sem a necessidade de produtos químicos nocivos. Sistemas como o HAARP - Programa de Investigação de Aurora Ativa de Alta Frequência, para alterar o clima deste planeta, já foram desenvolvidos e podem auxiliar em muito a nossa futura agricultura e bem estar. Esses tempos se aproximam. Nessa nova era da luz, sem falta de energia, não haverá falta de alimentos ou água, e não haverá mais necessidade de guerras. Alguns dizem que essa nova fonte de energia será disponibilizada por extraterrestres, que nos ajudarão nesse ponto crítico de nossa evolução. O médium Chico Xavier, em 1986, deu uma série de informações sobre nosso futuro. Nessa ocasião, ele informou que as potências extraterrestres deram à humanidade um período de 50 anos após o homem ter pisado na Lua, em julho de 1969. Se até lá não nos destruirmos com uma nova guerra nuclear, entraremos em um acelerado processo de desenvolvimento, recebendo de extraterrestres mais evoluídos, uma enorme ajuda em conhecimento e cooperação. Se, ao contrário, entrarmos em uma nova guerra mundial até essa data limite, atrasaremos em muito nosso desenvolvimento. Também nessa hipótese sombria, seremos auxiliados por extraterrrestres, para evitar o desaparecimento da espécie humana, mas as condições não serão as mesmas.

Essas informações dadas pelo médium foram transformadas em um documentário chamado 'Data Limite', dirigido pelo cineasta Fábio Medeiros, com o intuito de conscientizar as pessoas que estamos num momento de transição fenomenal. O preço dessa transformação positiva será o preço da paz. Se conseguirmos pelo menos nos suportar uns aos outros, entraremos nessa era de luz. Se entramos em uma nova guerra, o planeta sofrerá com muitos desastres naturais, como terremotos, tsunamis, erupções vulcânicas e muitas outras. Muitos paises desapareceriam do mapa, mas nem todas as pessoas iriam morrer. O Brasil seria um dos paises que menos sofreria com estes estragos e acolheria imigrantes de toda parte do mundo. Com esses povos vivendo aqui, haveria uma grande troca de ensinamentos e o Brasil seria uma grande potência nesse novo mundo. Da mesma forma, receberíamos ajuda de extraterrestres a passaríamos a viver em paz. A grande diferença é viver em paz em um mundo arrasado ou viver em paz em um mundo sadio. De todas as formas, se tudo isso for verdade, a presença extraterrestre será fundamental. Só lembrando, esse prazo de 50 anos termina em julho de 2.019 e nossa geração irá conferir toda essa história em breve.
* Célio Pezza, escritor@celiopezza.com



ESPECIAIS

La Cucagna 5ª edição - clique aqui para ver a galeria completa

Troféu Imprensa Regional 2ª edição - clique aqui para ler na íntegra