Notícias da edição 941 • 22 de janeiro de 2021 • Veranópolis • Vila Flores • Cotiporã • Fagundes Varela • RS

DESTAQUES

Idosa é a primeira vacinada na Terra da Longevidade

Nesta quarta, 20, profissionais de saúde vinculados aos serviços realizados pela Prefeitura participaram de uma capacitação sobre o Plano Municipal de Imunização Contra a Covid-19. À tarde ocorreu o ato solene de vacinação dos primeiros integrantes dos grupos prioritários. Foram sete pessoas que receberam a injeção. A primeira foi Olivia Bassani, de 72 anos, que reside há cinco anos no Lar de Idosos São Francisco. Também o médico Piero Bonfada, 34 anos, da ESF São Francisco e Unidade Sentinela, atuante na Secretaria Municipal de Saúde de Veranópolis há três anos e sete meses. Motorista da pasta há dezesseis anos, Ademir Bussolotto, 54, também recebeu aplicação. Milena Kobelinki, 27, é auxiliar administrativo na Secretaria de Saúde há sete anos e, nos últimos seis meses, trabalha na Unidade Sentinela. Do Hospital Comunitário São Peregrino Lazziozi foi vacinada a enfermeira Luiza Girardi, 32, que atende na Unidade de Internação há 11 anos, e Marcia Ervite, 42, higienizadora do posto 1 há mais de três anos. Do Posto de Saúde Central, a primeira a receber uma dose foi a técnica de Enfermagem Luciane Bissani, 47, vacinadora há doze anos. A secretária municipal de Saúde, Vanessa Calioni, disse que a sensação era de gratidão e alívio. "Foram os dez meses mais difíceis das nossas vidas. Hoje, com certeza, é um dia que vai ficar para a história. O trabalho é longo, sabemos que muitos desafios ainda estão por vir", discursou. Para o prefeito municipal Waldemar De Carli, presente ao ato, eram os primeiros passos de uma caminhada. "Sofremos pressões constantes e diárias. Essa pandemia exigiu que a gente se mobilizasse. Tivemos uma atuação muito forte no sentido de minimizar o impacto extremamente deletério dessa pandemia. A vacina é um alento. Não podemos fraquejar", garantiu o médico.

Idosas são as primeiras vacinas em Nova Prata

Nova Prata começou a vacinação na terça, 19, com aplicação nos residentes do Instituto Madre Gentília Clivatti. As primeiras imunizadas foram Elsa Titon, de 91 anos, e Anna Maria Cavalheiro, 90. Também foi vacinada a primeira profissional de saúde da cidade, a enfermeira Marline Magnis de Souza, 38. "Hoje é um dia de muita emoção. O ano passado foi de muita luta para os profissionais da saúde e ser uma das primeiras imunizadas é uma felicidade enorme. É uma esperança de dias melhores pela frente", declarou Marline. Serão imunizados vinte e oito idosos e vinte e dois trabalhadores da saúde. De acordo com o médico Guilherme Schossler, "a vacinação não é obrigatória, mas quem não se vacinar corre o risco de contaminar os outros". Ele também explicou que apenas depois de trinta dias da segunda aplicação a pessoa pode ser considerada imunizada.

Equipe de saúde é vacinada em Vila Flores

Na manhã de quarta, 20, foram vacinados os primeiros profissionais de saúde em Vila Flores, que atuam em contato com o coronavírus. Receberam o Coronavac as enfermeiras Alexandra Grapéggia e Rochele Zugno, médicos Mariana dos Santos, Valmor Custódio, Regina Castro e Patricia Farina, técnicos de Enfermagem Neiva Rui e Leandro dos Santos, e os motoristas de ambulância João Carvalho e Adão Vieira. As doses foram ministradas no salão de reuniões do Posto de Saúde, com transmissão via rádio e Facebook.

Cotiporã segue vacinando até esta sexta

Na tarde de terça, 19, Cotiporã recebeu do Ministério da Saúde as vinte primeiras doses da vacina contra o coronavírus. Os frascos foram recebidos na Unidade Básica de Saúde pelo prefeito Ivelton Zardo, vice Lenita Tomazi, secretária de Saúde e Assistência Social Rozeli Frizon e demais profissionais de saúde. A primeira a ser imunizada foi a enfermeira Eliane Tibola, responsável pelo Setor de Vigilância Epidemiológica. Ela atua na Unidade de Saúde Anexa - Triagem Respiratória, responsável pela coleta e aplicação de exames para detecção do vírus e assistência aos pacientes suspeitos ou confirmados com Covid-19. Os demais profissionais que atuam na linha de frente ao combate do vírus receberam a dose da vacina na quarta, 20, que segue sendo aplicada até esta sexta, 22. Serão vinte trabalhadores imunizados em Cotiporã.

Fagundes tem seus primeiros imunizados

Foram aplicadas no começo da tarde de quarta-feira, 20, as duas primeiras doses da vacina contra a Covid-19 em Fagundes Varela. A enfermeira Flavia Pandolfo e a técnica de Enfermagem Cleusa Scalco foram imunizadas em ato realizado na sala de reuniões da UBS de Fagundes. O prefeito Nelton Conte e a secretária de Saúde Fernanda Gresselli acompanharam o procedimento. Segundo eles, o Município recebeu dez doses e é fundamental que a população continue tomando as medidas necessárias para evitar a propagação da Covid-19, mantendo o distanciamento controlado, entre outros cuidados.

Tacchini inicia vacinação de seus funcionários

O Hospital Tacchini iniciou na tarde de quarta-feira, 20, a vacinação contra a Covid-19 em seus colaboradores. As 504 doses recebidas no primeiro lote estão sendo destinadas aos profissionais de saúde que prestam assistência direta a pacientes suspeitos ou confirmados com o coronavírus. As vacinas estão sendo aplicadas no auditório da instituição, que possui espaço amplo e boa circulação de ar. Além disso, é permitida a entrada de apenas dois profissionais por vez no local. A expectativa é que até este sábado, 23, todas as doses destinadas ao Tacchini tenham sido aplicadas. Em ato simbólico realizado na Unidade de Pronto Atendimento de Bento Gonçalves, a enfermeira Edna Navarro Correa, de 35 anos, que atua há mais de dez anos na UTI Adulto do Tacchini, foi a primeira colaboradora da instituição a receber a vacina. Edna foi uma das responsáveis por atender o primeiro paciente com diagnóstico positivo para o coronavírus em Bento, no dia 18 de março. "Lembro bem porque foi o dia do meu aniversário. Desde então, passamos por momentos de medo e apreensão, mas a orientação dada pelo hospital e o fornecimento dos EPI foram fundamentais para nos mantermos seguros durante todo esse tempo. Agora, com a vacina, estamos mais perto do fim da pandemia, mas é importante lembrar que ela ainda não acabou", garante.

Aciv faz sorteio e encerra promoção

Transmitido pelas redes sociais e com presença de autoridades, o sorteio dos prêmios finais da campanha Sorte Já Aciv aconteceu na noite da última sexta-feira, 15. A grande felizarda foi Marta Bavaresco, cujo cupom adquirido no RS Micro foi sorteado com R$ 10.000. O segundo prêmio, de R$ 5.000, saiu para Luiz Partichelli, cliente da Spatur. O terceiro prêmio, no valor de R$ 3.000, ficou com Janete Momback, que havia feito compras na loja Brunoni Tintas. André Scalvi da Silva ganhou R$ 2.000, com bilhete oriundo da Rometal. O quinto prêmio, R$ 1.000, foi para Eduardo Marinello, cliente do Sicredi. Ao todo, a ação da Associação Comercial, Cultural e Industrial de Veranópolis distribuiu mais de mil prêmios nas raspadinhas e mais de R$ 50 mil em vales-compra.

Cães em situação de maus-tratos são resgatados

A Associação Amiga dos Animais de Nova Prata fez o resgate de quatro cachorros em situação de maus-tratos. Os animais estavam em péssimas condições, um deles com anemia gravíssima devido a ter o rabo decepado e a ferida estar sangrando. "Em 2019, resgatamos cães em estado deplorável, um deles não aguentou e morreu. Para a nossa infelicidade, começando 2021, a história se repete. No mesmo lugar, sob a guarda dos mesmos embustes", narra a ONG. A ação contou com o apoio de agentes da Delegacia de Polícia Civil daquela cidade. A Aama começou o ano com cortes no orçamento, que implicam diretamente na ajuda a casos como esse, então a entidade pede a colaboração de todos. Qualquer quantia pode ser depositada na conta 06.081.5650-5 da agência 0285 do Banrisul. O CNPJ é 20.619.634/0001-34, que também é a chave PIX.

O nome de Veranópolis circula na Imprensa italiana

O jornal Il Gazzettino de Rovigo, Itália, publicou matéria intitulada 'Início do assentamento do Oásis Veranópolis', sobre o local em Porto Viro que leva o nome da Terra da Longevidade. "A empresa Pullara Filippo de Porto Viro realizará as obras de requalificação da área verde Oásis Veranópolis na via VII Mari. Uma intervenção de quase 56 mil euros, que permitirá dar uma função social ao último trecho do antigo leito do Collettore Padano ainda não utilizado", diz o texto. "Entre o Oásis Barbagigio e o Centro Esportivo Luca Doni, o Oásis Veranópolis se valoriza com uma pista de fitness ao ar livre, uma espécie de continuidade da oferta recreativa, esportiva e de socialização garantida pelo Centro Esportivo Luca Doni, pela área verde e do anel da ciclovia entre a Via Mazzini, XXV Aprile e coletor esquerdo, agora com o novo trecho em fase de conclusão na via IV Novembre que, pela VII Mari, dá acesso à nova área de fitness. Lá serão instalados equipamentos de ginástica, caminhos dentro da área verde e espaços de socialização e aborados pelo agrimensor Nicola Ferro", encerra a reportagem.

O jornal La Voce, também de Rovigo, publicou a matéria 'Novo visual para Veranópolis'. "O Oásis Veranópolis, a área verde que está localizada em Porto Viro, entre o oásis de Barbagigio e o Centro Desportivo Luca Doni, está sendo remodelado. Um trajeto fitness surgirá ao ar livre onde se poderá praticar esportes ao ar livre e será um ponto de encontro para socialização", explica o jornal. "É um investimento de cerca de 56 mil euros, que irá embelezar a última parte do terreno onde havia o Coletor Padano. A empresa que fará a obra é a Pullara Filippo, de Porto Viro. O projeto é de Nicola Ferro. Novas obras e novas estruturas também em Contarina, portanto. Nessa área também existe o Luca Doni, que é a sede do Porto Viro Vôlei. Um lugar onde, especialmente durante os meses de verão, há festas e eventos. Não muito longe está a Praça do Mercado, muito frequentada nas manhãs de quarta-feira que, como sabemos, a pandemia está restringindo. Perto do Centro Veranópolis está a Biblioteca Municipal Ex Matadouro, com livros e reuniões. E há também a Sala Heráclito. Metros adiante fica a majestosa Praça da República, onde está situada a Prefeitura Municipal. Portanto, uma área importante para a cidade do Porto Viro", finaliza a nota.

Smec compra automóvel

A Secretaria Municipal de Educação, Esporte, Lazer e Juventude agora tem um novo veículo para transporte de profissionais e realização das atividades das equipes técnicas nas escolas. Trata-se de um Chevrolet Spin 1.8 Premier 2021, com capacidade para sete passageiros, adquirido com recursos próprios do Município.

Sine reúne interessados em vagas de trabalho

Na tarde de 14 de janeiro, a agência FGTAS/Sine de Veranópolis recebeu a empresa Rometal para processo seletivo com entrevistas. Foram mais de trinta interessados que se apresentaram para ocupar as vagas ofertadas.

Muito além das vinícolas, vindima mobiliza a região

O primeiro trimestre do ano tem o aroma de uva espalhado por toda a Serra Gaúcha, sinal mais evidente que o período é de vindima, a colheita que vem carregada de memórias e sabores. Mas nem só de história vive a vindima, pois estes dias são cruciais para a movimentação turística e o desenvolvimento econômico da microrregião Termas e Longevidade. Com dificuldades para fechar uma programação e receber grupos, estabelecimentos têm inovado para superar as restrições impostas e ofertar atrativos. A preferência pelo ar livre casa com a vindima, via agendamento, garantindo vaga na maioria das atrações e dando mais segurança aos visitantes, ao empresário e sua equipe. Em Veranópolis, a Feira do Vinho Doce movimenta produtores, população e visitantes. O encontro tradicional ocorre em função da produção ser exclusiva do período de colheita, já que o vinho doce surge do processo de transformação do suco de uva em vinho, e é consumido no início da sua fermentação. O recomendado é o consumo e o armazenamento do vinho gelado, que não é alcoólico e lembra um suco de uva gaseificado. Na feira, além do vinho doce, outros produtos agroecológicos, agroindustriais e artesanato são vendidos na praça XV de Novembro, no coração da Terra da Longevidade. A vindima mobiliza estabelecimentos como restaurantes, lancherias e pousadas, atingindo e impactando praticamente todo o setor de turismo.

É o caso da Casa Lummem Gastronomia, de Veranópolis, que no período serve pratos típicos, um verdadeiro presente da colonização italiana, com muito vinho doce e sobremesas tradicionais, sempre nos sábados à noite. Também em Veranópolis, o Verona Parque Hotel criou o 'Giardino' aos sábados à tarde, que contempla a hospedagem com piquenique diário nos meses de janeiro e fevereiro. Um dos diferenciais é o fato de o estabelecimento possuir o Selo Turismo Responsável do Mtur. E o estabelecimento 'Experimentarium' durante a vindima, nos finais de semana, oferta visitação e participação em alguns dos experimentos. Em Vila Flores a programação fica por conta da 'Viva a Santa Vindima', que narra a história de Nossa Senhora da Uva, muito venerada na França pelos produtores que pediam boa safra e bons vinhos. A programação acontece na Vila Capuchinhos, como forma de celebrar a colheita e resgatar o legado dos frades, que abriram caminho para tornar o Sul uma das regiões viticultoras mais importantes do continente. Haverá atividade na noite deste sábado, 23 de janeiro, e em 6 de fevereiro - sob os parreirais, o visitante será acolhido para partilhar as frutas da safra. Também em Vila Flores, a Arteria - Arte Que Inspira, oferta caminhada guiada na mata, vivências com artesanato, meditação e visita a uma jazida de extração de argila, sempre nas sextas, sábados e domingos até 28 de fevereiro. A microrregião Termas e Longevidade tem se destacado dentro da Região Uva e Vinho da Serra Gaúcha, com atrativos diferenciados e com apelo forte de saúde e bem-estar.

Acesso sob a BR-470 é discutido

A construção de um trevo de acesso próximo a empresa Oleoplan, dando mais segurança e facilitando o acesso ao bairro Valverde e demais empresas às margens da BR-470, foi a pauta de uma reunião no dia 13. Participaram representantes da Prefeitura Municipal de Veranópolis, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, empresas Neovias e Oleoplan, e gabinete do deputado federal Danrlei de Deus. Foram apresentados os estudos iniciais do Dnit e realizada avaliação de custos de R$ 15 milhões para a execução do projeto. O novo acesso foi planejado de forma subterrânea, contribuindo para a fluidez do trânsito da rodovia. A partir de agora tem início a busca por parcerias e emendas parlamentares.

Secretário do Ministério da Economia é recebido pelo Simecs em Caxias

O Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul e Região recepcionou no dia 14 o secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia, Gustavo Ene, para visitar empresas e aprofundar relações. No trajeto, Randon, Marcopolo, Agrale/FNM e Universidade de Caxias. O Simecs entregou uma carta com demandas relevantes da indústria metalmecânica. Entre os pedidos, melhorias na infraestrutura de logística da região, construção do novo Aeroporto de Vila Oliva e terminal portuário do Litoral Norte, fortalecimento de medidas que incentivem a inovação para indústrias, agilidade na simplificação de normas trabalhistas, aprovação e implementação das reformas administrativa e tributária. Além disso, também entraram em pauta questões como o aumento do preço do aço e a retirada do imposto de importação.

Terremoto argentino é percebido no RS

Um forte terremoto no oeste da Argentina foi sentido em áreas do centro daquele país, no Chile e até no Rio Grande do Sul. A informação do Serviço Geológico dos Estados Unidos apontou magnitude de 6,6 na escala Richter do sismo e com profundidade de apenas 11 quilômetros, raso e com maior potencial de danos. O epicentro foi perto da cidade de Pocito, província de San Juan, ao norte de Mendoza e ao sul da cidade de San Juan. As primeiras imagens mostraram estragos na área próxima do epicentro. O sismo ocorreu às 23h46min da segunda-feira, 18, e foi sentido com força no centro da Argentina, e também em La Plata, Buenos Aires, Córdoba e Rosario. No Chile, o abalo foi percebido em Santiago. No Rio Grande do Sul, moradores de Santa Maria se assustaram com o terremoto. Em 1944, a cidade de San Juan foi destruída por um terremoto. Nos anos seguintes, foi reconstruída com tecnologia anti-sísmica. Em 1977, a cidade sanjuanina de Caucete foi arrasada por um terremoto de 7,4 de magnitude.



REGIÃO

Legislativo de Vila Flores aprova desconto no IPTU

Na noite de segunda-feira, 18, a Câmara de Vereadores de Vila Flores teve mais uma sessão ordinária. Foram debatidos e aprovados três projetos de lei sobre processos seletivos de contratação de professores e outros cargos da educação básica, contratação de estagiários e desconto nas taxas de IPTU, coleta de lixo, ISSQN Fixo e outros. O PL 006/2021, que trata do desconto no reajuste imposto pelo IGP-M, foi motivo de questionamentos na busca de esclarecer dúvidas, mas foi aprovado por unanimidade, assim como os outros apresentados. Todos os projetos foram encaminhados pelo Executivo. Foram feitas seis indicações do Legislativo à Prefeitura Municipal. O vereador Valdemir Cristianetti apresentou duas indicações, sobre a possibilidade de monitores no transporte escolar para segurança das crianças e sobre outra caixa d'água para o Centro de Vila Flores, justificando a dificuldade das famílias que ficam desabastecidas. A vereadora Jaqueline Podenski sugeriu reparos na iluminação pública, tanto no Centro como em localidades que nunca tiveram a iluminação adequada, implicando na segurança e infraestrutura, principalmente no interior. Marcelo Bergamin, além de corroborar com a vereadora Jaqueline, fez a indicação de aquisição de seringas e agulhas para a vacinação contra o coronavírus. O Poder Executivo, presente à reunião, argumentou que já tinha em mãos a quantidade necessária para a vacinação, desde a semana anterior. Edson Dall'Agnol protocolou indicação para isenção de taxas relacionados ao MEI - microempreendedor individual. A última indicação foi da vereadora Deisi Detogni, para reparos nos muros do Cemitério Municipal, além do recolhimento do lixo nos tambores dentro da necrópole. Estiveram presentes o prefeito Evandro Brandalise e esposa Deisi Bristot, vice-prefeito Agenor Galli e esposa Isabel Galli, secretário de Administração Luiz Carnevalli e a contadora Vanessa Gusberti. As sugestões foram bem recebidas pelo Executivo. "Estamos gostando da participação ativa dos nossos vereadores, temos um Poder Legislativo exemplar", saudou o prefeito. Na ocasião, as primeiras-damas fizeram votos de fé e sucesso para o Legislativo, desejando boas energias aos integrantes da Câmara. Também distribuíram amuletos do Espírito Santo, buscando fortalecer a união entre Legislativo e Executivo, agradecendo o empenho realizado pelos vereadores em Vila Flores.

Obras não páram em Vila Flores

Desde o dia 1º, o secretário de Obras e vice-prefeito de Vila Flores, Agenor Galli tem percorrido o Município fiscalizando obras, conhecendo melhor as estradas e realizando manutenções de rotina. Uma das obras de maior urgência é a pavimentação da linha Marechal Deodoro da Fonseca, Caravaggio, com valor em torno de R$ 399.402,50 e apenas 10% concluída, tendo sido iniciada pela gestão 2017/2020. Segundo Galli, a intenção é concluir com "um serviço bem feito, que não vá gerar problemas futuros e que seja de fácil manutenção, que seja bom desde o início". Outras manutenções como a iluminação da rodovia, liberação de possíveis bloqueios em fiação elétrica e entrega de brita estão sendo feitos. O Britador Municipal, segundo a Secretaria de Obras, tem sido uma das prioridades pois precisa estar sempre em funcionamento e com capacidade de atender as demandas. A Prefeitura está buscando melhorias tanto na manutenção mecânica como na capacidade de produção.

Cotiporã entra em clima de safra de uva

Cotiporã é reconhecida em todo o Rio Grande do Sul pela qualidade de suas uvas. A colheita no Município iniciou em novembro de 2020 e deve seguir até março, sendo que nesta safra estima-se colher aproximadamente 25 milhões de quilos de uva. Com variedades de consumo in natura, comuns e viníferas, atualmente mais de 350 famílias trabalham com produção de uva em 1.200 hectares. Na última semana, o prefeito Ivelton Zardo e a vice Lenita Tomazi visitaram e acompanharam a safra de uva em duas propriedades. Em Nossa Senhora dos Navegantes, Morro do Céu, Ivani Lazzarini e os filhos Maicon e Mateus cultivam em oito hectares as variedades Niágara Rosa, Niágara Branca, Isabel Comum e Precoce, BRS Magna, Violeta e Carmen, Rúbia e Seibel. A família estima mais de 280 toneladas de uva, a ser comercializada in natura e para produção de suco em comércio regional, estadual e nacional. Já na propriedade de Irani de Oliveira e família, em São Casemiro, são cinco hectares para cultivo das uvas de mesa, com as variedades Benitaka, Núbia, Rainha Itália e Brasil. As uvas de mesa são cultivadas em 0,6 hectares e as comuns em quatro hectares. Com a esposa Morgana e o filho Gabriel, estima colher nesta safra 12 mil quilos. Zardo e Lenita agradeceram aos produtores pelo convite e recepção, parabenizando todas as famílias cotiporanenses pelo trabalho com união, amor e cuidado dedicados para a produção da fruta. A visita contou com a presença do secretário de Agricultura, Meio Ambiente, Indústria e Comércio, Ivaldo Wearich, chefe do Setor de Agricultura Valdirene Gobbi, presidente do STR Mércia Fugali e chefe da Emater, Jéssica Zalamena.

Zona rural recebe melhorias

A Prefeitura de Cotiporã segue trabalhando para atender as diversas demandas dos agricultores e empreendedores cotiporanenses. Nos últimos dias foram feitas melhorias no acesso para Nossa Senhora do Rosário, Fátima e São Valentim do Sul, com retomada dos serviços de alargamento e patrolagem da estrada que liga Cotiporã a Fagundes Varela. A Prefeitura trabalhou ainda na construção de galpão na propriedade de Elcio Pancoto. Houve qualificação do estacionamento e acesso à Cascata dos Marin, local que pertence a Roli Marin e família. Com apoio da Prefeitura, os proprietários providenciaram serviços iniciais de estruturação e melhorias, a fim de oferecer um local ainda mais seguro e confortável aos visitantes. Além disso, a Prefeitura fez serviços necessários para construção de reservatório de água que irá atender a bovinocultura na propriedade. Na última semana, o prefeito Ivelton Zardo e a vice Lenita Tomazi, juntamente com o secretário de Obras Valdir Falcade, acompanharam os serviços realizados na propriedade de Marin, em especial no ponto turístico Cascata dos Marin. Segundo Zardo, os trabalhos realizados buscam incentivar e valorizar o setor agrícola e turístico.

Patrulha agrícola terá verba federal em Fagundes

O Município de Fagundes Varela confirmou um novo convênio com o Ministério da Agricultura para o recebimento de uma verba de R$ 215 mil. Os recursos serão destinados para a aquisição de novos equipamentos da patrulha agrícola, a ser utilizados no setor primário. A verba foi obtida por vereadores do MDB da Legislatura anterior - Diego Cortelini, Volnei Cativelli, Eduardo Tréssino e Nelson Lazzari.


OPINIÃO

Nosso Mundo

Foto: Arquivo Pessoal

Brasil e Covid-19

É triste ver como a grande Imprensa brasileira usa os dados sobre as mortes pela Covid-19 de uma forma tendenciosa, política, sempre com o objetivo de maximizar os números dessa tragédia. Uma mesma notícia pode ter diferentes interpretações, mas quando se trata de desgraças no Brasil, predomina aquela versão que aumenta o terror e coloca sempre o nosso país como se fosse o pior do mundo. Qualquer morte é lamentável, sem dúvida alguma, mas o ponto é que sempre a notícia é dada de uma forma tendenciosa, nos colocando no fundo do poço. De acordo com números levantados pela Agência de Notícias Reuters, com sede em Londres, temos números que mostram claramente que o Brasil nunca foi o pior país em termos de combate à pandemia, embora queiram nos passar essa imagem. O Brasil teve, lamentavelmente, até o momento cerca de 203.580 mortes por Covid-19, o que significa 0,09% de nossa população de cerca de 212 milhões de habitantes. Países muito mais desenvolvidos e fortes economicamente mostram números piores, como por exemplo o Reino Unido, com 83.203 mortes para uma população de cerca de 66 milhões de habitantes, dando um índice de 0,12%. Os EUA tiveram 376.168 mortes, o que significa 0,11%, tendo em vista sua população de aproximadamente 330 milhões de habitantes. Todos esses números são referentes ao mesmo período, ou seja, desde o início da pandemia até janeiro de 2021, e foram compilados pela Reuters com sua equipe internacional junto aos órgãos de saúde desses países e da própria OMS, ou seja, não são fake news. Se fizermos uma estatística considerando a atual média de mortes por dia versus a população do país, temos outros números que também mostram que o Brasil está melhor que muitos países mais desenvolvidos e com muito mais recursos. Por exemplo, o Brasil apresenta cerca de 1.003 mortes diárias, com um índice de 4,7 mortes por milhão de habitantes. Os Estados Unidos apresentam cerca de 3.248 mortes por dia, com um índice de 9,8 mortes por milhão de habitantes, ou seja, duas vezes pior que o Brasil.

A Alemanha tem cerca de 863 mortes diárias, com um índice de 10,7 mortes por milhão de habitantes, o Reino Unido tem 992 mortes diárias, com 15 mortes por milhão de habitantes, ou seja, mais de três vezes pior que os índices brasileiros. Apesar desses índices alarmantes, os noticiários brasileiros nos massacram dia e noite, criando a falsa sensação de que o Brasil não sabe conduzir seus habitantes e alguns órgãos da Imprensa chegaram até ao absurdo de divulgar que está acontecendo um genocídio no Brasil. Volto a dizer, estamos vivendo um período de trevas no mundo, mas temos que ter a consciência de que o Brasil está melhor que muitos outros países. Deveríamos parar de falar mal do nosso país e nos concentrar em potencializar o que tem de bom, e não o que tem de mau. Esse é um momento crítico para toda a humanidade, mas distorcer a verdade não ajuda em nada. Só atrapalha, cria mais medo na população e fortalece o vírus.
* Célio Pezza

Esporte Total

Foto: Arquivo Pessoal

VEC 2021

O VEC comemorou no útlimo dia 15 de janeiro seu aniversário de 29 anos, mas com pouco para comemorar. Nesta semana aconteceu o primeiro encontro de 2021, na quinta-feira, dia 21, no CT da Palugana, estádio Alsemiro Laurino Guzzo, e reuniu conselheiros, convidados e torcedores interessados em participar dos trabalhos. Neste primeiro encontro foi debatida a escolha da diretoria do VEC, que deveria ter acontecido em outubro, mas por causa da pandemia foi marcada para este mês. Poderá ser apontada a nova presidência ou acontecer a organização para este apontamento. O VEC deverá participar da Divisão de Acesso a partir de julho, mas se pensa em prorrogar essas datas para evitar o inverno - neste ano terá menos recursos financeiros. Também deverá estar de casa nova, o novo CT da Palugana está pronto e será usado pelos jogadores e comissão técnica para este campeonato.

Quase, Canarinho

A missão foi cumprida, mas o Ypiranga bateu na trave mais uma vez pelo inédito acesso à Série B. Para ter chances de subir, o time gaúcho precisava vencer o Paysandu no Colosso da Lagoa no sábado, dia 16. Mossoró marcou aos 2 minutos da etapa final e o time conseguiu se segurar na defesa até o apito final. Porém, o Canarinho não dependia apenas de si. Precisava que o Londrina não vencesse o Remo no outro jogo do grupo D, que ocorreu simultaneamente em Belém do Pará. Ao término do duelo em Erechim, os jogadores do Ypiranga chegaram a ensaiar a comemoração, mas foram avisados do placar no Mangueirão - um a zero para o Tubarão, que levou a vaga.

Juventude é goleado e deixa o G4

Em um jogo de muitos gols, o Juventude foi facilmente batido pelo Avaí na noite de terça, 19, na Ressacada. O placar elástico de cinco a dois foi a pior derrota do Juventude na Série B, que deixa o G4 faltando apenas mais dois jogos para o fim da competição. Os gols do adversário foram marcados por Romulo, Getúlio, João Lucas, Edilson e Jonathan. Já pelo lado alviverde, Matheuzinho marcou duas vezes.

Final da Copa Libertadores 2020

A Conmebol anunciou na terça-feira que a final da Copa Libertadores será disputada no sábado, 30 de janeiro, às 17h no Maracanã, no Rio de Janeiro. Palmeiras e Santos disputarão a final inédita entre brasileiros no Brasil.

Final da Copa do Brasil

Na manhã do dia 14, Grêmio e Palmeiras souberam a ordem dos mandos de campo das finais da Copa Continental do Brasil 2020. Agora, as equipes já sabem todos os dados dos duelos decisivos de ida e volta do torneio nacional. A diretoria de Competições da CBF divulgou a tabela detalhada da oitava fase - final. No documento, datas, horários e locais dos confrontos entre o Verdão e o Imortal. O jogo de ida, com mando do Tricolor, será disputado no dia 11 de fevereiro às 21h30min, na Arena do Grêmio em Porto Alegre. O duelo de volta será realizado na semana seguinte, por sua vez em uma quarta-feira, 17. A partida decisiva será sediada no Allianz Parque, em São Paulo, às 21h30min.
* Paulo Guzzo


GALERIA DE FOTOS

Encontro de Mulheres - março de 2020 - Veranópolis

Encontro de Carros Antigos - março de 2020 - Veranópolis

Verafolia - fevereiro de 2020 - Veranópolis

78ª Romaria e 6ª Festa Estadual de Nossa Senhora de Lourdes - fevereiro de 2020 - Veranópolis parte 3

78ª Romaria e 6ª Festa Estadual de Nossa Senhora de Lourdes - fevereiro de 2020 - Veranópolis parte 2

78ª Romaria e 6ª Festa Estadual de Nossa Senhora de Lourdes - fevereiro de 2020 - Veranópolis