Notícias da edição 739 • 17 de fevereiro de 2017 • Veranópolis • Vila Flores • Cotiporã • Fagundes Varela • RS


CAPA E DESTAQUES

Parlamento Regional aprova manifesto em Veranópolis

O Parlamento Regional da Serra Gaúcha esteve reunido na sexta-feira, dia 10, na Câmara Municipal de Veranópolis. Na ocasião, foi aprovado o manifesto dirigido a representantes dos poderes Executivo e Legislativo em todas as esferas, pela derrubada do veto à lei que trata do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza. O documento aprovado é em favor da derrubada do veto presidencial sobre a lei que redistribui receitas oriundas do ISSQN geradas por operações envolvendo cartões de crédito. Por unanimidade, a decisão foi de mobilizar prefeitos e vereadores para pedir apoio a deputados da região e corrigir a distorção tributária que privilegia 135 Municípios e prejudica mais de cinco mil. Outra demanda trazida no primeiro encontro por presidentes do Legislativo de Antônio Prado e Farroupilha, relativa à possibilidade de incentivar o transporte intermunicipal de universitários, foi resolvida e servirá de alternativa a outros Municípios da região preocupados em facilitar o acesso aos estudos de seus jovens, para evitar a debandada para centros maiores. A solução encontrada por Antônio Prado e a experiência de Farroupilha viabiliza a oferta de passagens com 100% de isenção a partir de cadastramento dos estudantes interessados. Em Antônio Prado e Ipê, o cadastramento dos universitários acontece neste final de semana. O trâmite estabelece necessidade de inscrição na União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Sul, obedecendo requisitos estabelecidos em lei e a intervenção da Metroplan, no escritório de Caxias do Sul, que fornecerá gratuitamente as passagens. Ainda na pauta, a chegada dos aplicativos de mobilidade como o Uber e seu impacto nas relações com o modelo estabelecido, alternativas para melhorar a segurança pública na região, entre outros. A próxima reunião ocorrerá em Coronel Pilar em data a ser marcada e tratará da implantação da Região Metropolitana e do aviltamento dos preços dos produtos agrícolas. O encontro foi organizado pelo presidente da Câmara Municipal de Veranópolis, Thomas Schiemann, e liderado apelo presidente do Legislativo caxiense, Felipe Gremelmaier, com a presença de delegações de Farroupilha, São Marcos, Bento Gonçalves, Garibaldi, Ipê, Antônio Prado, Coronel Pilar e Monte Belo do Sul.

Íntegra do documento

"Os integrantes do Parlamento Regional da Serra Gaúcha reunidos em Veranópolis vem a público manifestar seu apoio irrestrito ao movimento liderado pela Confederação Nacional dos Municípios pela derrubada do veto presidencial aos principais pontos da lei complementar 16/2003 que trata do ISS de competência dos Municípios que consagrava o princípio da redistribuição do Imposto. Consideramos injusto que toda a receita de ISS gerada a partir de operações com cartão de crédito realizadas nos mais de 5 mil Municípios do país seja creditado exclusivamente aos cofres de apenas 135 Municípios, sedes de operadoras e instituições financeiras. Consideramos que a decisão do presidente Michel Temer de vetar os pontos principais da referida lei complementar, justamente nos itens em que corrigiam a distorção tributária e democratizavam o acesso aos recursos de forma proporcional, penalizou duramente os Municípios, cada vez mais fragilizados pelo desequilíbrio na distribuição dos recursos arrecadados pela União o que exige revisão imediata do Pacto Federativo. Consideramos compromisso urgente e inadiável dos gestores públicos, prefeitos e vereadores manifestarem junto aos deputados que representam os interesses da sociedade, que votem pela derrubada do veto presidencial em favor dos Municípios, e que significaria o aporte de pelo menos R$ 6 bilhões aos cofres públicos locais. É inadmissível permitir a manutenção de privilégios e vantagens que alimentam o sistema financeiro em detrimento da quase totalidade dos municípios brasileiros que lutam para honrar seus compromissos com a comunidade, especialmente em demandas relacionadas com Saúde, Educação, Segurança e Assistência Social".

Milhares de pessoas festejam a padroeira de Veranópolis

Foi um sábado especial. Em 11 de fevereiro, milhares de pessoas participaram da Romaria e Festa Estadual de Nossa Senhora de Lourdes, padroeira de Veranópolis, no feriado municipal. Desde o amanhecer, peregrinos, devotos e populares, muitos de outras cidades, circulavam pela Gruta e pela praça, fazendo orações e promessas, aguardando a missa campal. A estatua de Nossa Senhora, carregada pelos festeiros, foi recebida com canticos, aplausos, lenços brancos e azuis acenados pela multidão que lotava o local. A missa festiva foi celebrada pelo bispo, dom Alessandro, e no final aconteceu a coroação de Nossa Senhora de Lourdes, espetáculo de papéis picados coloridos e balões com mensagens foram soltos. Na parte social, também a participação no almoço superou a expectativa dos organizadores da festa, com cerca de 1.500 pessoas no salão e no caramanchão, com outros 200 acomodadas na parte inferior do salão, onde funcionam salas de atividades da paróquia. A 75ª Romaria e terceira Festa Estadual de Nossa Senhora de Lourdes transcorreu de forma descontraída, com o tempo colaborando.

Balão solto na praça da Gruta chega a Carlos Barbosa

No último sábado, dia 11, foi comemorado o dia de Nossa Senhora de Lourdes, padroeira de Veranópolis. Durante a missa, balões com mensagens foram soltos. Um deles foi localizado pelo agricultor Celso Carvalho, morador da comunidade de São Rafael, interior de Carlos Barbosa. Segundo Carvalho, o balão foi avistado ainda no sábado de tarde dentro do açude da propriedade. Uma mensagem de fé estava pendurada no balão. Para ele, que recentemente perdeu o genro de 23 anos, o balão foi uma benção para a família.

Solenidade abre o ano letivo para professores do Fundamental

Na manhã do dia 13 de fevereiro aconteceu, no salão nobre da Soal, a abertura do ano letivo das escolas de Ensino Fundamental de Veranópolis.  A secretária de Educação, Izabel Cristina Durli Menin, destacou a importância dos professores em envolver os alunos nas atividades desenvolvidas, para que o aprendizado realmente aconteça. Em seu discurso, o prefeito Waldemar De Carli afirmou que o comprometimento de todos é fundamental e será o caminho para que o Município continue oferecendo um ensino de qualidade. O evento teve apresentação artística sobre o eixo norteador do trabalho que será desenvolvido na gestão, 'Da semente ao fruto - 2017, tempo de preparar o solo'. Em seguida, os educadores conversaram com a pedagoga, psicopedagoga institucional e clínica, neuropsicopedagoga e mestranda em Terapia de Família Denise Costa.

Conselheiros tutelares participam de formação

Nos dias 7 e 8 de fevereiro, os conselheiros tutelares Ana Carolina Vivan, Jaciara Rossi, Juarez de Vargas e Willian Dornelles estiveram participando da primeira Formação Continuada para Conselheiros Tutelares e de Direitos. O evento contou com palestrantes de renome nacional como Luciano Betiate, ex-conselheiro tutelar por dois mandatos no Paraná, escritor, palestrante, conferencista e coordenador de seminários sobre direitos humanos e temas relacionados à infância e juventude e atribuições do Conselho Tutelar.

Com a chuva, voltam os problemas no Valverde

Mais uma pancada forte de chuva, desta vez durante a tarde do domingo, dia 12, e novamente os moradores da rua Antônio Tedesco Filho, no bairro Valverde, ttiveram suas casas invadidas pela água e esgoto. O motivo é que a tubulação por onde deveria passar o escoamento não dá conta. Além da sujeira, a preocupação com doenças que possam ser transmitidas pelo esgoto. A Prefeitura Municipal está providenciando a substituição da tubulação por uma de maior diâmetro, com o material já acondicionado nas proximidades do local da obra, mas até o fechamento desta edição ainda não havia sido resolvido.

Bombeiros reforçam compromisso com Veranópolis

Estiveram no gabinete do prefeito Waldemar De Carli os representantes do quarto Pelotão de Bombeiros Militares de Veranópolis, para uma visita de cortesia visando estreitar os laços entre a entidade e o poder público. Os bombeiros reforçaram que estão à disposição para atender a população 24 horas por dia. O encontro também serviu para reforçar as diretrizes no trabalho de transporte a atendimentos de saúde, através do telefone 193, somente para casos de regaste com urgência e emergência, que envolvam traumas, acidentes e incêndios.

Safra de uva deve ser recorde

A safra de uva na Serra Gaúcha deve bater recorde neste ano. Dentro de toda a produção, uma variedade serve paraproduzir um vinho especial. A cidade de Vila Flores é o berço do vinho sagrado, uma versão licorosa da bebida produzida pelos freis capuchinhos. Esse vinho preparado usado em missas é distribuído para todo o país.

Silvicultores devem ter cadastro na Secretaria da Agricultura

Em reunião realizada em 9 de fevereiro no gabinete do secretário estadual da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, com o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul, Carlos Joel da Silva, o cadastro florestal dos silvicultores foi a pauta. Após a aprovação da lei 14.961/2016, que trata da política agrícola estadual das florestas plantadas e seus produtos, o cadastro declaratório, obrigatório e gratuito passou a ser coordenado pela Seapi. Com ele, os silvicultores recebem certidão de registro que regulariza a comercialização de produtos florestais. Conforme Polo, a Fetag tem apoiado e auxiliado os agricultores no encaminhamento da documentação necessária. Segundo o engenheiro agrônomo e assessor técnico da Câmara Setorial das Florestas Plantadas da Seapi, Fabricio Azolin, durante o encontro foi discutida a forma de encaminhamento dos produtores de acácia, pinus e eucalipto, e os de carvão vegetal. "Eles devem enviar solicitação para cadastro-florestal@agricultura.rs.gov.br. Com essa nova sistemática, a pasta espera agilizar a emissão do registro", explicou. "Estamos com nossa equipe preparada para que possamos atender às demandas o mais rápido possível", acrescentou Polo. Estiveram presentes o assessor de Meio Ambiente de Política Agrícola da Fetag, Guilherme Velten Júnior, o assessor do deputado estadual Elton Weber - presidente da Frente Parlamentar da Silvicultura do RS, Alexandre Scheifler, e o engenheiro florestal da Seapi, Tiago Fick.

Italianos começam viagem de bicicleta a partir de Veranópolis

No dia 8 de fevereiro, o prefeito Waldemar De Carli, acompanhado de secretários, assessores, vereadores e do ex-prefeito Carlos Alberto Spanhol, recebeu em seu gabinete um grupo composto pelos italianos Mario Mantovan, Mauro Garbin, Vittorio Cacciatori e Vicenzo Mancin. Eles estavam em Veranópolis para realizar o projeto Bikers Livre Porto Viro, que tem como lema 'Procurando histórias e poemas entre venezianos emigrantes da América do Sul de Bicicleta'. Houve almoço de confraternização, e à tarde foi promovida uma vídeoconferência com amigos da Itália. Eles irão percorrerão mais de 3.200 quilômetros entre carro de apoio e bicicleta pela América do Sul. O itinerário do passeio cultural vai visitar cidades do Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina, partindo da Terra da Longevidade.

Veranense vai para a Seleção Brasileira de Muay Thai

O atleta veranense Renato Rossato foi convocado para integrar a Seleção Brasileira de Muay Thai, a fim de competir no Campeonato Mundial que será realizado em Bangkok, Tailândia. O mundial irá ocorrer de 12 a 22 de março, e Rossato estará entre os melhores lutadores do mundo. Devido ao alto custo da viagem, junto ao pouco auxílio e patrocínio externo, Renato Rossato se vê obrigado a comercializar camisetas como forma de ajudar a custear a ida. As peças estão à venda no Garra Team, que está localizado na rua Mario Schimitz, 40, bairro universal, telefone 99616-6745. Empresas interessadas em patrocinador o atleta também podem entrar em contato.

VEC vence o Brasil de Pelotas

Foi uma noite cheia de emoções. Teve passagem de faixa da musa, jogo truncado, gols e muita festa nas arquibancadas. Na abertura da terceira rodada do Gauchão, o Veranópolis recebeu o Brasil de Pelotas e venceu por dois a zero, marcados por Mateus Santana e Keké. O VEC entrou em campo com a missão de vencer o jogo, e fez o primeiro gol logo aos 11 minutos. Keké cobrou escanteio do lado direito e Mateus Santana cabeceou livre empurrando a bola para o fundo das redes. O visitante reagiu, mas encontrou pela frente o goleiro Reynaldo, que com grandes defesas fechou a meta pentacolor e sustentou o placar. Em duas oportunidades, Gustavo Papa entrou livre mas acabou abafado pelo arqueiro. O segundo tempo começou quente, com uma cabeçada de Douglas que acertou o travessão do Brasil. Keké, que infernizou a defesa visitante, chutou forte na rede pelo lado de fora em lance ensaiado após cobrança de falta, aos 10 minutos. O técnico rubro-negro fez algumas mudanças e time esboçou reação, mas o VEC seguiu dominando a partida. Superiores, os comandados do técnico Tiago Nunes controlaram o duelo até fazer o segundo com Keké. Aos 41 minutos, em ataque em velocidade, invadiu a área a dribles e Leandro Camilo cometeu pênalti. Keké bateu e converteu, ampliando o placar e levando a torcida nas arquibancadas ao delírio. No intervalo da partida, as musas Fernanda Lima, musa do VEC de 2016, Sabrina Rampi, atual musa, e o presidente do clube, Gilberto Generosi, realizaram a cerimônia da passagem de faixas. Neste domingo, 19, o VEC recebe o Cruzeiro no Antônio David Farina às 19h.


VARIEDADES

Dona Íria completa um século de vida

Íria Bósio completou 100 anos na terça-feira, dia 14 de fevereiro, e afirma que a receita é a paciência e o perdão. Esbanjando saúde, Iria Valentina Dall'Ago Bósio completou um século de vida. Natural de Gramadinho, que pertencia a Encantado, chegou a Cotiporã em 1925, com 8 anos de idade. Filha de Dozolina e Felisberto Dall'Ago, casou-se com Leopoldo Bósio e teve três filhos - Alberto, Nery e Roseli. Agente dos Correios por 36 anos e ocupando cargos de liderança na comunidade cotiporanense, dona Íria, extremamente sábia, brinca com a idade que tem. "Nem me parece que tenho 100 anos. Hoje de manhã, eu rezei e pedi a Deus - 'será que é verdade?'. Agradeci pela idade que tenho e espero viver mais um pouco", garantiu. Atualmente,reside no Centro de Cotiporã e possui uma rotina tranquila, afirmando fazer tudo como quando era jovem, como cozinhar, fazer doces, crochê e rezar o terço todas as noites antes de dormir. Tem por princípios e valores o casamento, a família e a fé. Ao ser questionada sobre qual a receita para chegar aos 100 anos de idade, responde com firmeza e serenidade. "É preciso bastante paciência, deixar que o tempo resolva as coisas e perdoar os que estão errados", ensinou. No próximo sábado, dia 18 de fevereiro, Íria comemora o aniversário ao lado da família e amigos em uma grande festa. "Que as mulheres estejam todas bem arrumadas", brincou, referindo-se à festividade.

Unesco poderá reconhecer CTG como patrimônio cultural

O presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Nairo Callegaro, e a vice-presidente de Administração e Finanças, Elenir Winck, receberam na tarde de 9 de fevereiro o secretário de Articulação e Desenvolvimento Institucional do Ministério da Cultura, Adão Cândido. O encontro aconteceu na sede da instituição, em Porto Alegre, e teve como pauta a declaração de interesse na candidatura dos Centros de Tradições Gaúchas ao registro de melhores práticas, para apresentação na Convenção da Unesco para a salvaguarda do patrimônio cultural imaterial. "Estou convencido de que os CTG atuam como importantes núcleos de transmissão dos valores tradicionalistas gaúchos no Brasil e figuram como instrumentos essenciais para a salvaguarda das expressões que integram o conjunto de símbolos, práticas, rituais e manifestações artísticas associadas à identidade gaúcha", afirmou Cândido. Para Callegaro, a iniciativa é de suma importância para chancelar o trabalho de resgate e preservação da cultura gaúcha desenvolvido de maneira organizada, enquanto movimento, há cinquenta anos e de maneira espontânea desde a década de 1940, quando oito jovens retiraram uma centelha da pira da Pátria, gerando a Chama Crioula. Atualmente, encontram-se em funcionamento 2.835 CTG, que se distribuem em todo o território nacional. Há, ainda, doze fora do país. Integrados a MTG, eles têm como objetivo preservar, promover e divulgar o tradicionalismo gaúcho.



REGIÃO

Creche para suínos é destaque em Vila Flores

Os números comprovam que a criação de animais cresceu muito além das médias estadual e nacional na região. Entre vacas, bois, galinhas e cabritos, os suínos são os campeões. A suinocultura brasileira registra aumento do efetivo em 3,2% e chega a 37,93 milhões de porcos, segundo pesquisa do IBGE. O estudo coloca o Brasil como o quarto maior produtor do mundo. Segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, nesse quesito o Brasil está atrás apenas da China, União Europeia e Estados Unidos. O número é quase três vezes o montante registrado em 2001. E este crescimento se deve muito à tecnologia e investimento feitos por agricultores. É o caso do agricultor Nelcilo Dallagnol, 43 anos, que com um investimento de mais de R$ 750 mil construiu em duas creches para mais de 3 mil porcos em Vila Flores. Na localidade, a criação é o orgulho dele e de seu filho Gleison, de apenas 16 anos. Sozinhos, eles são os criadores de aproximadamente três mil leitões a cada lote. Faturam em média R$ 15 a R$ 30 mil a cada 40 dias. Questionado se sairia da propriedade para trabalhar em empresa, ele rechaça a ideia. "Além de poder fazer meu horário, nunca ganharia o que ganho aqui em um chão de fábrica", garante. A família mantém um berçário com porquinhos de seis quilos. Lá eles ficam até ganhar peso e estar prontos para a engorda. "O negócio se torna viável porque o espaço é bem utilizado e a tecnologia aplicada garante rentabilidade", explica Gleison Dallagnol. A creche possui sistema de controle de temperatura e umidade, também aproveita o vento para controle da temperatura, com comida e água automáticas. Conforme o animal se alimenta, a ração e a água já ficam disponíveis, diminuindo a mão-de-obra do produtor. Como o investimento foi feito pela Cooperativa Sicredi com previsão de pagamento em dez anos, Nelcilo Dallagnol se diz tranquilo quando a investir em um período de dificuldades econômicas. "Sempre tivemos que trabalhar desde pequenos, acredito que esta oscilação da economia atinja alguns setores em específico, mas como sempre fizemos, vamos continuar trabalhando e investindo. Não há crise para quem trabalha, pode ter dificuldades, mas crise, acredito que não. Com juros acessíveis, teríamos condições de pagar este montante em menos de 5 anos", explica.

Chuva marca o Rodeio em Cotiporã


Apesar da chuva, o Rodeio Crioulo Estadual do CTG Pousada dos Carreteiros marcou história em Cotiporã. Com público presente, o evento contou com grandes emoções nas provas campeiras, artísticas e homenagens. Com incentivo da Prefeitura de Cotiporã, o rodeio provou mais uma vez ser uma festa da comunidade que preserva as tradições gaúchas. O prefeito José Carlos Breda parabenizou a entidade pela organização, bem como agradeceu os visitantes e concorrentes que estiveram em Cotiporã nos quatro dias de evento.

Câmara de Fagundes abre CPI do Fundec

A Câmara de Vereadores de Fagundes Varela rejeitou na semana passada, por quatro votos a favor e dois contra, a renovação do convênio entre o Município e o Conselho de Desenvolvimento Comunitário. O assunto foi debatido pelos parlamentares inclusive com o pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar irregularidades. Cinco edis do PP e do PDT solicitaram as averiguações. A renovação do convênio recebeu pedido de vistas da vereadora Marilene Ruy Cortellini e parecer de uma comissão. A abertura da CPI responsável por analisar a aplicação de recursos públicos por parte do Fundec está em analise na presidência da Câmara, hoje ocupada por Volnei Cattiveli, que já presidiu o conselho. A CPI tem prazo de trinta dias, prorrogáveis por igual período. Mesmo em recesso, que se estende até 15 de março, a CPI deve ser instaurada e iniciar a coleta de documentos e informações. Para o vereador Marcio Moreschi, é papel fiscalizar a aplicação do dinheiro público. Segundo ele, o conselho recebe recursos públicos há mais de vinte anos. O vereador Dario Russi ressaltou que o Fundec irá continuar trabalhando. "Nas últimas reuniões, os agricultores saíram muito descontentes e queriam que algo fosse feito para melhorar a situação", ressalta. Já o vereador Elizandro Valente questionou "tanta disputa interna para chegar à presidência do conselho". O parlamentar exemplificou que em outras entidades ninguém quer assumir o compromisso. Diego Cortellini apontou que a concorrência para chegar ao cargo é normal, como qualquer outro cargo público. Marilene Cortellini frisou que os agricultores a questionavam sobre a Prefeitura não repassar subsidio ao Fundec. Ela destacou que sabia que existia repasse e, assim, passou a buscar documentos, que porém não batiam com os boletos que os agricultores recebiam. O presidente da xasa, Volnei Cativeli, afirmou que na época em que foi presidente da Fundec sempre procurou corrigir o que estava errado, organizar o conselho e fiscalizar o andamento das atividades. "O Fundec não pode parar. Devem ser corrigidos os erros e fazer da melhor forma. O Município não tem como atender a toda demanda no setor agrícola, sem o conselho", disse. O Fundec atua no subsídio de máquinas agrícolas. Serão investigadas supostas irregularidades na utilização de verbas municipais destinadas ao custeio do maquinário. Na sexta-feira, 10, houve sessão extraordinária para escolha dos edis que farão parte da CPI.


OPINIÃO

Nosso Mundo

Foto: Arquivo Pessoal

Só morre gente boa? -Se observarmos os velórios dos artistas, políticos e celebridades de todo o mundo, vamos constatar que todos eram pessoas amáveis, prestativas, bondosas, ótimos pais, mães ou filhos e exemplos a serem seguidos. O mundo sentirá muita falta, não será mais o mesmo e assim por diante. Pessoas que muitas vezes nem se conheciam na vida real, correm aos velórios com cara de tristeza lamentando a perda do grande amigo. Somente poucos falam que o falecido não prestava, era um mau caráter, corrupto, enfim, que o mundo vai ficar melhor sem ele. Se tudo que se ouve durante os velórios fosse verdade, chegaríamos à conclusão que só morre gente boa e os pilantras vão ficando para semente. Por que transformar em gente boa os que morrem? Será que é medo de que o morto volte para se vingar de quem falou a verdade sobre ele? Temos inúmeros casos de gente que não valia nada, estava sendo processado por uma série de crimes, mas que virou um herói ou exemplo a ser seguido depois de morto. Se a morte foi com muito sofrimento, pode até virar santo, mesmo que tenha tido uma vida de bandidagem. Temos exemplos no mundo do cinema, nos EUA, onde um grande empresário de sucesso na verdade explorava seus funcionários, plagiava personagens em seus filmes, era um agente do FBI, delator dos seus amigos, e a História o transformou em um ícone do cinema e filantropo. Aqui no Brasil, tivemos o caso de um MC funkeiro que enaltecia a bandidagem e, após sua morte trágica, virou um mártir da música brasileira. Temos inúmeros casos de políticos corruptos, ladrões, traficantes e por aí vai. De acordo com a lei brasileira, ofender a memória do morto não é crime, mas pode constituir um dano moral, contra a honra da pessoa. Os crimes contra a honra são a calúnia, a injúria e a difamação. Calúnia, quando imputa a alguém um fato definido como crime; difamação, quando é contra a sua reputação e injúria contra a sua dignidade. Somente a calúnia está prevista, quando praticada contra os mortos. Se um morto sofre uma calúnia, os seus herdeiros podem pleitear na justiça uma reparação, pois esse direito é transmitido por herança aos herdeiros. Talvez por essa razão, ninguém fala mal de uma personalidade morta, por mais que ela mereça. Seja por medo do fantasma do morto, seja por medo das leis dos homens, o fato é que basta morrer para virar gente boa ou então, só morre gente boa e o mundo vai só piorando pois os ruins não morrem.
* Célio Pezza


ESPECIAIS

La Cucagna 5ª edição - clique aqui para ver a galeria completa

Troféu Imprensa Regional 2ª edição - clique aqui para ler na íntegra