Notícias da edição 851 - 19 de abil de 2019 • Veranópolis • Vila Flores • Cotiporã • Fagundes Varela • RS

DESTAQUES

Femaçã tem 20 mil visitantes no primeiro final de semana

Uma grande variedade de atrações artísticas, atividades esportivas e culturais, expositores e opções gastronômica atraíram aproximadamente vinte mil visitantes a Veranópolis no primeiro final de semana da décima Festa Nacional da Maçã e Feira Agroindustrial. A solenidade de abertura ocorreu na noite de sexta-feira, 12, no Parque de Exposições José Bin, e contou com a presença de autoridades, entre elas o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior. No sábado, 13, oito shows, entre eles Roupa Nova, Coro Municipal de Veranópolis e a peça teatral 'La Prima Canzone' da Cia Teatral Tem Gente no Palco. A programação também teve o primeiro Fórum de Desenvolvimento Agropecuário, vôlei de areia, bocha, minirrústica e passeio de 4x4. Na área de alimentação, o público se deliciou com farta gastronomia, entre elas pratos que têm como ingrediente principal a fruta símbolo da festa - torta de maçã, risoto de maçã com gorgonzola, maçã do amor e pastel de maçã, além de suco. O primeiro domingo da Femaçã, 14, iniciou com o oitavo Encontro de Carros e Aviões Antigos. Mais de quinze aeronaves e 500 carros, vindos de 64 cidades, estavam expostos no Aeroclube de Veranópolis. Também houve acrobacias aéreas, shows e Mercado de Pulgas, com catorze expositores. Cerca de oito mil pessoas prestigiaram a atividade, considerada uma das maiores do Estado. "É a primeira vez que viemos e estamos gostando muito. Tem bastante variedade de modelos. O Unimog, caminhão off-road, por exemplo, é raro e encontramos aqui. Aproveitamos o domingo para conhecer a Femaçã", conta o empresário Leonardo Mantovani, morador de Caxias do Sul. No Palco Bin, no Parque de Exposições, foram revelados os três vencedores do Concurso de Vitrines. As lojas Joalheria Central, Sabores Sol da Meia-Noite e Gisele Moda Íntima ganharam com as melhores decorações, com prêmios de R$ 500, R$ 300 e R$ 200, além de troféus. A avaliação foi feita por júri composto por seis profissionais das aéreas da cultura, decoração, fotografia, turismo e arquitetura, e seguiram critérios de criatividade, originalidade, harmonia e utilização de materiais que evidenciavam a Festa Nacional da Maçã, sob tema 'Paraíso Para Todos'. Ao todo, vinte e um empreendimentos foram inscritos. "Ficamos felizes em ver o envolvimento comunitário, ver a festa representada nas vitrines espalhadas pela cidade. Os comerciantes fizeram o maior esforço para agradar os visitantes e veranenses", avalia Anete Owens, presidente da Comissão Cultural da Femaçã.

A programação teve, ainda, Orquestra Jovem de Cotiporã e o projeto The Beatles no Acordeon. Domingos Costella, presidente da X Femaçã, acredita que até o próximo domingo, 20, mais de 50 mil pessoas devam visitar o evento. "Tivemos uma largada de sucesso, estamos felizes com o resultado deste primeiro final de semana. Convidamos a todos para que sigam prestigiando os próximos dias da nossa festa", saúda. A Femaçã retorna com a programação nesta semana, desta quinta, 18, até este domingo, 21. Na quinta-feira, a entrada ao Parque de Exposições foigratuita. Nos demais dias, o ingresso custa R$ 10, sendo que estudantes e idosos pagam meia entrada. O acesso ao show da dupla sertaneja Fernando & Sorocaba, no sábado à noite, será cobrado à parte, conforme setor e lote. Os valores podem ser conferidos no femaca.com.br.

Femaçã abre com presença do vice-governador

Uma cerimônia no Ginásio Poliesportivo Municipal Leonir Antônio Farina, em Veranópolis, com a participação de mais de 500 convidados, entre eles o vice-governador do Rio Grande do Sul, delegado Ranolfo Vieira Júnior, deputados, prefeitos, vereadores e cortes de diversos Municípios da Serra, marcou a abertura oficial da X Femaçã - Festa Nacional da Maçã e Feira Agroindustrial na noite da última sexta-feira, 12. O evento seguiu no final de semana e acontece ainda de 18 a 21 de abril no Parque de Exposições José Bin. Em seu pronunciamento, o presidente da festa, Domingos Costella, destacou o empenho de todos os envolvidos na realização da edição, muitos deles voluntários, em especial a imperatriz Fernanda Fracasso e princesas Bruna Zanotto e Francine Bortoli na divulgação. Também agradeceu o apoio das embaixatrizes e soberanas de edições anteriores da Femaçã, além de autoridades e entidades municipais, estaduais e federais, entre elas a Associação Comercial, Cultural e Industrial de Veranópolis, Aciv. O presidente resgatou a história da Femaçã, que se perpetua desde 1960, quando Lajeadinho teve a iniciativa de realizar a primeira Festa da Maçã. Foi no distrito onde, em 1935, o agricultor José Bin plantou em sua propriedade cinco sementes de uma maçã trazida da Califórnia, Estados Unidos. Um dos pés sobreviveu e, após enxerto, produziu uma qualidade especial de maçã que não murchava e não perdia peso depois de muito tempo guardada. Bin passou a multiplicar a macieira com novos enxertos e distribuir as mudas para os vizinhos, disseminando, assim, a variedade que mais tarde viria a ser denominada José Bin. Desta forma, Veranópolis recebeu o título de Berço Nacional da Maçã, por registrar em sua história o primeiro cultivo de macieira no Brasil. "José Bin é responsável por todo o desenvolvimento da maçã no Município e no Estado. Essa ousadia propiciou novas modalidades agrícolas. Foi através desse exemplo que evoluímos também na indústria", acrescentou o prefeito de Veranópolis, Waldemar De Carli.

Em 1971, a Femaçã ganhou âmbito municipal com a primeira Festa Municipal da Maçã. A celebração se tornou estadual em 1973 e, em 1976, foi alçada a Festa Nacional da Maçã, com a presença do presidente da República, general Ernesto Geisel. "Começou pequena e hoje atinge patamares nacionais graças aos cidadãos veranenses, de nascimento ou de coração que, voluntariamente, num trabalho de equipe, planejam, organizam e apresentam à comunidade uma festa com inúmeras atrações", garantiu Costella. Em seus discursos de boas-vindas, Fernanda, Bruna e Francine compartilharam a emoção que viveram desde a coroação. Durante o período, o trio esteve em mais de trinta cidades da Serra e em Porto Alegre, onde concederam entrevistas e visitaram prefeituras, convidando as autoridades para prestigiarem a Femaçã. "Nessa trajetória, as pessoas nos perguntavam como não cansávamos. Se pudéssemos, trabalharíamos 24 horas por dia para a Femaçã, porque tudo que vivemos se resume em uma palavra, gratidão. Gratidão por representar o Município que amamos e ter o privilégio de conhecer muitas pessoas", resumiu Fernanda. O trio vestia o novo traje oficial, confeccionado por Anita e Letíca Cenci. Representando o governador gaúcho, Eduardo Leite, o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior encerrou a cerimônia elogiando o evento. "Que venham novas façanhas, viva a Femaçã!", saudou, antes de percorrer os estandes dos cerca de cem expositores. Na sexta-feira a Femaçã teve acesso gratuito e o público assistiu ao show da dupla nativista César Oliveira e Rogério Mello. Após o cerimonial de abertura, 3,5 mil pessoas acessaram a feira. No sábado, 13, Roupa Nova foi a atração principal no Palco Gala. A programação completa está em femaca.com.br.

Livro digital é lançado na Femaçã

A Prefeitura de Veranópolis, através da Secretaria de Turismo e Cultura, e de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Instituto Gaúcho de Educação Superior, lançou no sábado,13 de abril, o livro digital 'Em Veranópolis, hospitalidade não tem idade!'. Foi no Espaço da Longevidade durante as programações da X Femaçã. A cerimônia contou com autoridades municipais, escritores e organizadores da obra. O livro surgiu através da parceria no desenvolvimento da segunda edição do projeto de qualificação no atendimento a idosos e turistas no comércio, turismo e serviços, denominado 'Hospitalidade não tem idade', que aconteceu entre 11 e 13 de março. Reflexões e dicas práticas foram abordadas pelos palestrantes, que enriqueceram debates no transcurso dos encontros. Inclui depoimentos, informações e dicas nesse e-book que terá acesso gratuito. Em seu pronunciamento, o prefeito Waldemar De Carli afirmou que é mais um marco para o Município. "Veranópolis escreve sua história sendo uma cidade que se preocupado com sua população, amiga de todas as idades", discursou. Após a cerimônia, autoridades, autores e organizadores receberam uma versão impressa do livro, como forma de agradecimento pelo trabalho realizado. O livro pode ser baixado em hospitalidadenaotemidade.com ou igesrs.com.br/publicacoes.html. Também pode ser solicitado na versão impressa diretamente na Secretaria de Turismo e Cultura.

Joalheria Central vence o Concurso de Vitrines da Femaçã

No domingo, dia 14, aconteceu no Palco Bin da Femaçã a premiação do Concurso de Vitrines. Em primeiro lugar ficou a Joalheria Central, seguida pelas lojas Sabores Sol da Meia Noite e Gizela Lingerie. Os vencedores receberam certificado de participação, troféu e um valor em dinheiro. O Concurso de Vitrines foi criado para sensibilizar a população a se envolver com a festa, promovendo uma identidade visual durante a Femaçã. O tema foi 'Paraíso para todos' e as vitrines ficaram de 2 a 22 de abril. A iniciativa teve apoio da Associação Comercial, Cultural e Industrial de Veranópolis e Prefeitura.

Senai em Veranópolis entra em nova fase

Uma reunião no dia 5 de abril juntou o representante do Senai Veranópolis, Felipe Andreolla, empresários locais e Associação Comercial, Cultural e Industrial de Veranópolis, na Prefeitura Municipal. O assunto debatido foi a mudança de rumo da escola do Senai, visto que a cidade é considerada importante polo de microfusão. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cristiano Valduga Dal Pai, essa deve ser a tônica a partir de agora. Haverá troca de todos os equipamentos, além de investimentos na parte de microfusão, robótica e mecatrônica. Empresas que quiserem se juntar ao projeto serão bem-vindas.

Veranense disputa o Campeonato Gaúcho de MTB

A terceira etapa do Campeonato Gaúcho de Mountain Bike, realizada na cidade de Taquara no domingo, 14 de abril, contou com o piloto veranense Bernardo Gilioli, que tem se destacado na disputa. "A prova de hoje testou todos meus limites psicológicos possíveis", conta o jovem, que teve problema com a biciclete logo no início da prova, perdendo o pelotão e muito tempo no cronômetro. "Sem suspensão em uma track extremamente técnica, trilhos do selin quebrados faltando ainda 25 quilômetros para o final, e assim por diante. Se existe a possibilidade de continuar, dessistir não é opção", narra. Ele conseguiu se recuperar até alcançar a segunda colocação da categoria, atrás de seu parceiro Gustavo Gusberti, que estava liderando sua categoria. "Consegui trazer ele para a vitória e manter minha colocação a 3 min do líder. Se treinar o psicológico não faz a diferença no esporte, eu nao sei o que faz", garante Bernardo Gilioli, que se prepara para as próximas etapas.


VARIEDADES

Veranópolis vive o Dia do Bullying

O dia 7 de abril foi instituído, através da lei 13.277/2016, como o Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola. Bullying é uma situação que se caracteriza por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais indivíduos contra um ou mais colegas. Diante da importância da data, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social realiza, ao longo deste mês, ações referentes ao tema em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação. Na primeira quinzena, três escolas receberam a visita do mascote que simboliza a luta contra o bullying, com bate-papo. Também foi disponibilizada uma urna para dúvidas, histórias ou sugestões de atividades relacionadas ao tema. As contribuições dos estudantes passarão por devolução e haverá encontro com docentes para formação de multiplicadores.


REGIÃO

Vila Flores participa da Marcha a Brasília

A XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios foi realizada de 8 a 11 de abril na Capital Federal. Mais de nove mil gestores municipais de todo o Brasil se uniram no Centro Internacional de Convenções do Brasil e mostraram a força do movimento municipalista, que resultou em 22 conquistas e avanços junto ao Executivo, Legislativo e Judiciário. O prefeito Vilmor Carbonera representou Vila Flores nas atividades, em busca de melhores condições e oportunidades. O evento organizado pela Confederação Nacional de Municípios teve como tema 'Unidos pelo Brasil', com presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, catorze ministros, 154 deputados e dezoito senadores, entre outras autoridades e representantes de entidades. Os participantes tiveram a oportunidade de acompanhar arenas temáticas de Educação, Saúde, Movimento de Mulheres Municipalistas, Internacional, Transferências Federais, Rede Municipalista, Jurídico, Consórcios, Juventude e Esporte. Também foram apresentados os resultados das áreas de Cultura, Assistência Social, Defesa Civil, Saneamento, Meio Ambiente, Desenvolvimento Rural, Planejamento Territorial e Habitação, Trânsito e Mobilidade Urbana, Finanças Municipais, Turismo, Previdência e Contabilidade Pública. O encerramento foi marcado pela tradicional leitura da carta que contém o resumo das ações e reivindicações tratadas ao longo da jornada.

Começa a Copa Serra 2019

O projeto Jogando Para o Futuro de Vila Flores fez sua estreia na Copa Serra 2019, no Ginásio Municipal de Vila Flores, na noite de 11 de abril. Os confrontos foram contra a equipe do Botafogo, de Fagundes Varela. A disputa envolveu três categorias, com vitória dos visitantes por dois a um na Sub11, quatro a um para o time da casa no Sub13, e três a zero dos vilaflorenses sobre os fagundenses na Sub15. A segunda rodada será fora de casa contra os times de Cotiporã. As partidas estão marcadas para 25 de maio.

Em Brasília, cotiporanenses garantem recursos

Na última semana, o prefeito municipal de Cotiporã, José Carlos Breda, presidente da Câmara Municipal de Vereadores Fábio Lazzarini, secretária de Educação e Desporto Elizabete Ramansini e vereadora Leda Pitol Trez estiveram em Brasília buscando recursos para garantir o desenvolvimento de Cotiporã. As autoridades participaram da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, evento destinado a enfrentar com eficiência a necessidade de ofertar para a população brasileira mais e melhores serviços públicos, garantindo o desenvolvimento social e econômico do país. Estiveram no Ministério da Educação e Ministério de Desenvolvimento Regional, junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, tratando sobre emenda parlamentar de R$ 100 mil através do senador Lasier Martins para a compra de notebooks e laptops educacionais para as escolas da rede municipal de Cotiporã. Confrome a secretária de Educação e Desporto Elizabete Ramansini, através da visita foi possível agilizar o processo de licitação que irá equipar o Laboratório de Informática e garantir a qualidade da educação. As autoridades cotiporanenses visitaram os gabinetes dos deputados Nereu Crispin, Danrlei de Deus, Carlos Gomes, Heitor Schuch , Ronaldo Santini, Jerônimo Goergen e Afonso Hamm, e senadores Lasier Martins e Luiz Carlos Heinze. A comitiva aproveitou para convidar os parlamentares para a maior festa de Cotiporã. A Festa In Vêneto acontece de 10 a 12, e de 16 a 19 de maio deste ano.

Grupo de Cotiporã visita pontos turísticos em Bento

Profissionais e integrantes do grupo cotiporanense Promoção da Saúde participaram no primeiro dia deste mês de um passeio em Bento Gonçalves. Na ocasião, conheceram o Parque Cultural Epopeia Italiana e assistiram um espetáculo que contava a história da chegada dos primeiros imigrantes italianos ao Sul do Brasil. Em seguida, visitaram o Vale dos Vinhedos com parada para piquenique na vinícola Cave de Pedra. O grupo Promoção da Saúde é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Cotiporã, através da Secretaria de Saúde e Assistência Social, que visa proporcionar à população práticas corporais e atividades físicas, alimentação saudável, educação em saúde, produção do autocuidado e modos de vida saudáveis, além de contribuir para o convívio social. Os encontros são gratuitos e acontecem todas as segundas-feiras na Unidade Básica de Saúde Central, a partir das 8h. As atividades são abertas ao público e realizadas pelas profissionais do programa Academia da Saúde.

Cotiporã substitui iluminação pública no Centro

Buscando garantir a segurança da população, o Município de Cotiporã investiu mais de R$ 130 mil para realizar as melhorias necessárias na iluminação pública da área central da cidade. Ao todo, 98 postes distribuídos no entorno da praça Maurício Cardoso, rua Bento Gonçalves até a Câmara de Vereadores, rua Silveira Martins e rua Pedro Breda, recebem os serviços, sendo substituídas as lâmpadas de vapor de sódio por lâmpadas de tecnologia LED. A empresa responsável pela troca da iluminação pública realiza os trabalhos finais. Segundo o coordenador do Departamento de Engenharia e Tráfego, Cristiano Fugalli, a troca garante a eficiência do serviço além de mais economia. "A obra possui um valor estético elevado e, principalmente, garante a segurança da população, sendo essa a principal motivação para a realização do serviço", explica. O prefeito José Carlos Breda afirma que obra vai ao encontro da preocupação que a Administração Municipal tem para com a humanização dos espaços públicos, pensados para garantir o bem estar da população e visitantes. Além da iluminação pública, o Município investe na pavimentação de vias, construção de passeios públicos, ciclofaixas e ciclovias, espaços de convivência, arborização de praças e parques.

Festa In Vêneto marca presença na Femaçã

A Comissão Organizadora da Festa In Vêneto de Cotiporã esteve prestigiando a abertura oficial da X Femaçã, em Veranópolis, no dia 12. Além das soberanas, o prefeito municipal José Carlos Breda, vice-prefeito e presidente da Festa In Vêneto, Ivaldo Wearich, vice Adriana Paludo, presidente do Centro Cultural Laura Griguol e secretária da Fazenda Elisandra Scussel participaram da solenidade.

Atletas participam pela primeira vez da Copa Fut 7

No último domingo, dia 14 de abril, aconteceu a primeira rodada da competição regional de futebol sete, e as equipes do projeto Super-Ação/Botafogo participaram nas categorias Sub9, Sub11, Sub13 e Sub15. É a primeira vez que os pequenos atletas tomam parte em uma competição de futebol sete. Segundo o coordenador, professor Fabricio Gal, a competição faz parte de um projeto "que visa o crescimento em nível estadual de nossa entidade, onde oportunizamos aos nossos atletas novas experiências que agregarão em suas vidas, não somente no lado esportivo, mas também como cidadãos". A segunda rodada acontece no dia 19 de maio em Fagundes, diante das equipes do Marítimo de Caxias do Sul.

Malha asfáltica passa por operação tapa-buraco

A Secretaria Municipal de Obras Públicas está realizando operação tapa-buraco na malha asfáltica de todo o interior do Município. Vários pontos estavam críticos e se agravaram com as fortes chuvas. O objetivo é trazer melhores condições de trafegabilidade e aumentar a segurança dos condutores de veículos e pedestres.


OPINIÃO

Nosso Mundo

Foto: Arquivo Pessoal

Vaticano - Vaticano ou Cidade do Vaticano, oficialmente Estado da Cidade do Vaticano, é a sede da Igreja Católica e um Estado dentro da cidade de Roma, Capital da Itália. Com aproximadamente 44 hectares - 0,44 quilômetros quadrados - e com uma população estimada de 1.000 habitantes, é o menor território do mundo, governado pelo bispo de Roma, ou seja, o papa. Estamos tão acostumados com o nome que não pensamos em como o Vaticano recebeu esse nome, que não vem nem do Latim nem do Grego e também não existe nenhum registro bíblico. Na verdade, o nome Vaticano antecede o cristianismo e está envolto em mistérios. Cerca de 3.000 anos atrás, antes da lendária fundação de Roma por Rômulo e Remo, havia um povo chamado de etrusco, que governava a região do Mediterrâneo, antes da ascensão de Roma. Pelo que sabemos, no mundo etrusco as mulheres tinham grande liberdade, diferente dos seus contemporâneos da civilização grega. Os etruscos não enterravam seus mortos dentro dos muros das suas cidades e construíram um grande cemitério em uma colina, na área que mais tarde se tornou cidade de Roma.

A guardiã desse imenso cemitério era a deusa Vatika, a guardiã do submundo, que tinha o dever de tomar conta daqueles que tinham falecido. O nome Vatika era também o de uma uva muito amarga, que cresceu na encosta do cemitério e, quando as pessoas as comiam, tinham alucinações e a palavra passou para o Latim como sinônimo de visão profética. A palavra latina vaticinor significa predizer, profetizar, e, de acordo com um curador do Vaticano, a colina do Vaticano pode ter herdado o nome em razão dos antigos oráculos que existiram na região e pela deusa Vatika. Seja como for, uma coisa é certa, a de que o nome da cidade vem da antiga língua etrusca. No ano 40 d.C., o imperador Calígula inicou a construção de um circo, mais tarde completado por Nero, o imperador louco. Foi nesse circo, segundo a tradição da Igreja, que São Pedro foi executado, cruxificado de cabeça para baixo. Mais tarde, esse local tornou-se um centro de peregrinação dos antigos cristãos e o imperador Constantino fundou um santuário, conhecido pelos romanos como Colina Vaticana. Um século depois de Constantino, os papas começaram a erguer nesse mesmo local o palácio papal, hoje com mais de 14 mil aposentos e sede da hierarquia político-religiosa de milhões de fiéis. Seja como for, o fato é que o nome Vaticano teve sua origem nos antigos etruscos e sua deusa da morte Vatika, e que a cidade foi erguida em cima de um antigo cemitério etrusco e palco de terríveis acontecimentos durante o império romano.
* Célio Pezza, celiopezza@yahoo.com.br